“Posso morrer de ataque de pânico?”

Os ataques de pânico são o principal sintoma de transtorno do pânico, mas pode ocorrer juntamente com outras condições de saúde mental, tais como transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), agorafobia, transtorno de ansiedade social (TAS) e transtorno obsessivo compulsivo (TOC). Esses ataques normalmente começam com uma enorme sensação de medo e apreensão, seguida por uma variedade de sensações físicas desconfortáveis.

Os ataques de pânico surgir subitamente para quem sofre de transtorno de pânico. Estes ataques parecem vir “de fora”, levando a pessoa a sentir-se tomada por medo e ansiedade. Mesmo que os sintomas de ataque de pânico possa variar de pessoa para pessoa, muitas pessoas que sofreram um ataque de pânico têm descrito como uma ocorrência assustadora e perturbadora.

Síndrome do pânico

Sintomas de ataques de pânico

O Manual de Diagnóstico e Estatísticas de Transtornos Mentais, na quinta edição (DSM 5) descreve um conjunto de critérios distintos para ataques de pânico. De acordo com o DSM 5, um ataque de pânico envolve um súbito medo acompanhado por quatro ou mais dos seguintes sintomas:

  • palpitações do coração ou ritmo cardíaco acelerado
  • Suor excessivo
  • Tremor
  • Falta de ar
  • Sensação de asfixia
  • Dor no peito
  • Náuseas ou dor abdominal
  • Sentir-se tonto, instável, tonturas, ou desmaios
  • Desrealização ou despersonalização
  • O medo de perder o controle ou enlouquecer
  • Medo de morrer
  • Sentimentos de dormência ou sensações de formigamento
  • Arrepios

Existem dois tipos distintos de ataques de pânico: esperados e inesperados.

Os ataques de pânico esperados ocorrem quando se é confrontado com uma situação ou evento que desencadeia um ataque. Por exemplo, uma pessoa com uma fobia específica pode ter um ataque de pânico quando confrontada com o medo. Nesse caso, se alguém com catsaridafobia ver baratas pode ter um ataque de pânico, por exemplo.

Ataques de pânico inesperados, por outro lado, ocorrem sem quaisquer sinais ou causas ambientais particulares. Ataques de pânico inesperados são o tipo mais comumente associado com transtorno do pânico.

Os ataques de pânico também podem ocorrer quando a pessoa está dormindo. Conhecidos como ataques de pânico noturnos, os sintomas geralmente despertam a pessoa do seu sono. Ataques de pânico regulares podem parecer assustadores o suficiente, mas podem ser percebidos como ainda mais perturbadores quando acordam a pessoa do seu descanso. Ataques de pânico noturnos têm o potencial de levar a distúrbios do sono e podem impedi-lo de se sentir bem descansado durante todo o dia seguinte.

Posso morrer de ataque de pânico?

Tendo em conta os sintomas físicos desagradáveis, como dor no peito e falta de ar, juntamente com a carga emocional que um ataque de pânico pode tomar, não é a toa que muitas pessoas acham que estes ataques são aterrorizantea. À medida que os sintomas somáticos de um ataque de pânico tomam posse, não é incomum para a pessoa experimentar emoções angustiantes e pensamentos perturbadores. Alguns dos medos típicos que uma pessoa tem, durante um ataque de pânico são de que ela vai de alguma forma perder o controle sobre si mesma, ficar completamente louca, ou vai morrer por causa de seus sintomas.

A verdade é que os ataques de pânico não podem matar. Independentemente da extensão dos seus sintomas físicos, sentimentos de medo e pavor são também um sintoma de ataques de pânico que vão fazer você acreditar que você está em perigo. No entanto, você não vai morrer de ataque de pânico.


Referências:

American Psychiatric Association (2013). Diagnostic and statistical manual of mental disorders (5th ed.). Washington, DC: Author.



DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.