Truque mental para reduzir o apetite (Ridiculamente simples!)

Um truque mental bastante contra-intruitivo e ridiculamente simples pode reduzir o apetite e te ajudar a emagrecer

O truque é, basicamente, se imaginar comendo um alimento. Isso aí mesmo.

“Afasta de mim esse pote, Pai!”

O pressuposto comum é que imaginar fazer uma coisa vai te dar mais vontade de fazer essa coisa, porém no caso de comer um alimento isso pode ter o efeito oposto, de acordo com o estudo de Morewedge et al. (2010).

O Dr. Carey Morewedge, que liderou o estudo, disse:

“Essas descobertas sugerem que tentar suprimir os pensamentos de alimentos desejados a fim de conter os desejos por esses alimentos é uma estratégia fundamentalmente falha.

Nossos estudos descobriram que, em vez disso, as pessoas que repetidamente imaginavam o consumo de um alimento – como M & M ou cubo de queijo – consumiam menos alimentos do que as pessoas que imaginavam consumir a comida algumas vezes ou faziam uma tarefa diferente, mas similarmente envolvente.

Acreditamos que essas descobertas ajudarão a desenvolver intervenções futuras para reduzir os desejos por coisas como alimentos não saudáveis, drogas e cigarros, e esperamos que elas nos ajudem a aprender como ajudar as pessoas a fazer escolhas alimentares mais saudáveis ​​”.

Em uma série de cinco experimentos, os participantes imaginavam comer M & M’s (aqueles chocolatinhos bons pra caramba…até deu vontade de comer agora, mas vou só imaginar…) ou imaginavam fazer uma atividade em uma lavanderia. De acordo com os resultados publicados na revista Science, imaginar comer M & M’s reduziu a quantidade de M & M’s que as pessoas comeram depois, em comparação com o grupo controle da lavanderia.

A chave é imaginar comer um alimento específico, e não só pensar sobre esse alimento ou qualquer alimento em geral. A técnica funciona reduzindo a motivação para comer aquele alimento. Parece que o próprio processo de imaginar comer uma comida também inicia o processo de ficar entediado ou cansado disso.

O Dr. Joachim Vosgerau, co-autor do estudo, explicou:

“A habituação é um dos processos fundamentais que determinam o quanto consumimos de um alimento ou produto, quando parar de consumi-lo e quando mudar para consumir outro alimento ou produto.

Nossas descobertas mostram que a habituação não é governada apenas pelos estímulos sensoriais da visão, olfato, som e tato, mas também pela forma como a experiência de consumo é representada mentalmente.

Até certo ponto, apenas imaginar uma experiência é um substituto da experiência real. A diferença entre imaginar e experimentar pode ser menor do que se supunha anteriormente.” (Isso também te faz lembrar neurônios espelho?)

Agora vou me imaginar comendo Nutella, já que imaginar é grátis. ¯\_(ツ)_/¯

***


 Via Psyblog.


Quer ler o site sem anúncios + conteúdo exclusivo?
☆ Assine o Psicoativo Premium





2 comentários em “Truque mental para reduzir o apetite (Ridiculamente simples!)

  • 13/06/2018 em 12:54
    Permalink

    Olá! Tenho uma sugestão referente aos seus vídeos. São todos excelentes, entretanto a música clássica ao fundo trás uma sessação de confusão e agitação. Sugiro retirá-las de seus vídeos, ou pelo menos diminuir o volume. Existem ainda músicas que intensificam o flow e prendem a atenção.
    Obrigada!

    Resposta
    • 18/06/2018 em 23:05
      Permalink

      Obrigado pelo feedback, Priscila. Geralmente as músicas ficam em um volume bem baixo, mas talvez estejam piores em vídeos mais antigos.
      De todo modo, não é possível alterar os áudios de vídeos já existentes, mas vou considerar seu apontamento para os próximos vídeos 🙂

      Uma sugestão pra ouvir menos a música de fundo é não usar fones de ouvido.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.