Este hábito de Trabalho pode matar seu bem-estar

As organizações devem ajustar suas políticas se preocupam com o bem-estar do seu empregado.


As pessoas que não separam o seu trabalho de sua vida privada estão matando seu bem-estar, de acordo com uma nova pesquisa. Hábitos como checar e responder a e-mails, trabalhar em casa ou levar o laptop para as férias estavam ligados a diminuição do bem-estar no estudo.

Aqueles que misturavam trabalho e tempo livre eram menos propensos a se envolver em atividades que poderiam ajudá-los a se recuperar, como hobbies ou esportes. Então, eles voltavam a trabalhar mais exaustos e com uma menor sensação de equilíbrio e bem-estar.

Leia também:

Drª Ariane Wepfer, a primeira autora do estudo, disse:

“Os funcionários que integraram o trabalho em sua vida pessoal relataram estar mais exaustos porque eles se recuperaram menos. Esta falta de atividades de recuperação, além disso, explica por que as pessoas que integram o seu trabalho ao resto de suas vidas têm uma menor sensação de bem-estar.”

Os resultados vêm de uma pesquisa com 1.916 pessoas em países de língua alemã em uma ampla gama de setores.

Drª Wepfer disse que as empresas devem ajustar suas políticas:

“A política e cultura organizacional deve ser ajustada para ajudar os empregados a gerir as suas fronteiras trabalho-não-trabalho de uma forma que não prejudique seu bem-estar. Afinal de contas, o bem-estar prejudicado anda de mãos dadas com a produtividade e criatividade reduzidas“.


O estudo foi publicado no Journal of Business and Psychology Wepfer et al., 2017 ).

Via Psyblog.


Quer ler o site sem anúncios + conteúdo exclusivo?
☆ Assine o Psicoativo Premium





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.