As 7 principais escolas de pensamento da Psicologia

As principais escolas de pensamento da psicologia representam diferentes teorias.

Quando a psicologia surgiu pela primeira vez como uma ciência separada da biologia e filosofia, o debate sobre a forma de descrever e explicar a mente humana e comportamento começou.

A primeira escola de pensamento, o estruturalismo, foi defendida pelo fundador do primeiro laboratório de psicologia, Wilhelm Wundt. Quase imediatamente, outras teorias começaram a surgir e disputar o domínio na psicologia.

No passado, os psicólogos muitas vezes identificaram-se exclusivamente com uma única escola de pensamento. Hoje, os psicólogos têm uma visão mais eclética sobre a psicologia. Eles muitas vezes recorrem a ideias e teorias de diferentes escolas ao invés de manter uma perspectiva singular.

Nanette Hoogslag / Ikon Images / Getty Images
Nanette Hoogslag / Ikon Images / Getty Images

A seguir estão algumas das principais escolas de pensamento que influenciaram o nosso conhecimento e compreensão da psicologia:

Estruturalismo e Funcionalismo

O estruturalismo é amplamente considerado como a primeira escola de pensamento da psicologia. Esta perspectiva focava em quebrar processos mentais em componentes mais básicos. Pensadores importantes associados com o estruturalismo incluem Wilhelm Wundt e Edward Titchener. O foco do estruturalismo era na redução de processos mentais em seus elementos mais básicos. Os estruturalistas usavam técnicas como a introspecção para analisar os processos internos da mente humana.

Funcionalismo foi formado como uma reação às teorias da escola estruturalista de pensamento e foi fortemente influenciado pela obra de William James.

Ao contrário de algumas das outras escolas do pensamento bem conhecidas na psicologia, o funcionalismo não está associado com um único teórico dominante. Em vez disso, existem alguns pensadores funcionalistas diferentes associados, incluindo John Dewey, James Rowland Angell, e Harvey Carr.

David Hothersall observa, porém, que alguns historiadores, chegam mesmo a questionar se o funcionalismo deve ser considerado uma escola formal da psicologia, dada a sua falta de um líder central ou conjunto formal de ideias.

Em vez de focar sobre os próprios processos mentais, pensadores funcionalistas eram mais interessados no papel que estes processos faziam.

Psicologia da Gestalt

Psicologia da Gestalt é uma escola de psicologia baseada na ideia de que nós experimentamos coisas como totalidades unificadas. Esta abordagem à psicologia começou na Alemanha e na Áustria durante o final do século 19, em resposta à abordagem molecular do estruturalismo. Em vez de quebrar pensamentos e comportamento em seus elementos menores, os psicólogos da Gestalt acreditavam que você deve olhar para o todo da experiência. De acordo com os pensadores da forma, o todo é maior do que a soma das suas partes.

Behaviorismo

Behaviorismo tornou-se uma escola de pensamento dominante durante os anos 1950. Foi baseado na obra de pensadores como:

Behaviorismo sugere que todo o comportamento pode ser explicado por causas ambientais e não por forças internas. Behaviorismo é focado em comportamento observável . Teorias da aprendizagem, incluindo o condicionamento clássico e condicionamento operante foram o foco de um grande esforço de investigação.

A escola comportamental da psicologia teve uma influência significativa sobre o curso de psicologia, e muitas das ideias e técnicas que surgiram a partir desta escola de pensamento ainda são amplamente usadas hoje. Treinamento comportamental, as economias de token, terapia de aversão e outras técnicas são frequentemente utilizadas em programas de modificação de psicoterapia e de comportamento.

Psicanálise

A psicanálise é uma escola de psicologia fundada por Sigmund Freud. Esta escola de pensamento enfatizou a influência da mente inconsciente no comportamento.

Freud acreditava que a mente humana era composta por três elementos: o id, ego e superego . O id consiste em instintos mais primitivos, enquanto o ego é o componente da personalidade acusado de lidar com a realidade. O superego é a parte da personalidade que mantém todos os ideais e valores que internalizamos de nossos pais e cultura. Freud acreditava que a interação desses três elementos foi o que levou a todos os comportamentos humanos complexos.

A escola de pensamento de Freud foi enormemente influente, mas também gerou um debate considerável. Esta controvérsia existia não só em seu tempo, mas também nas discussões modernas das teorias de Freud. Outros grandes pensadores psicanalíticos incluem:

Psicologia humanista

Psicologia humanista foi desenvolvida como uma resposta à psicanálise e behaviorismo. Psicologia humanista, por sua vez foca na livre vontade individual, crescimento pessoal e o conceito de auto-realização. Enquanto as escolas iniciais de pensamento foram centradas principalmente sobre o comportamento humano anormal, psicologia humanista diferia consideravelmente em sua ênfase em ajudar as pessoas a alcançar e realizar o seu potencial.

Grandes pensadores humanistas incluem:

Psicologia humanista continua a ser bastante popular hoje em dia e tem tido uma influência significativa sobre outras áreas da psicologia, incluindo a psicologia positiva. Este ramo particular da psicologia é centrado em ajudar as pessoas a viverem uma vida mais feliz, mais gratificante.

Psicologia cognitiva

A psicologia cognitiva é a escola de psicologia que estuda os processos mentais, incluindo como as pessoas pensam, percebem, lembram e aprendem. Como parte do maior campo da ciência cognitiva, este ramo da psicologia está relacionada a outras disciplinas, incluindo neurociência, filosofia e linguística.

Psicologia cognitiva começou a surgir na década de 1950, em parte como resposta ao behaviorismo. Os críticos do behaviorismo observaram que ele não conseguiu explicar o comportamento como os processos internos afetados. Este período é muitas vezes referido como a “revolução cognitiva”, com uma riqueza de pesquisa sobre temas como processamento de informação, língua, memória e percepção começando a surgir.

Uma das teorias mais influentes desta escola de pensamento foram os estágios de desenvolvimento cognitivo da teoria proposta por Jean Piaget.


Referências

Hothersall, D. (1995). História da Psicologia, 3rd ed. New York: Mcgraw-Hill.

Schacter, D. L., Wegner, D., and Gilbert, D. (2007). Psychology. New York: Worth Publishers

Por Kendra Cherry



DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.