Genofobia (medo de sexo): Causas, sintomas, tratamentos

Genofobia / Erotofobia – O medo mórbido de sexo

O medo mórbido de sexo, intimidade sexual ou relação sexual é conhecido como Genofobia. Outro nome para este medo é Erotofobia- um termo cunhado de duas palavras gregas: Eros – deus grego do amor e phobos que significa profundo medo ou aversão. A palavra Genophobia também vem das palavras gregas: Genos, que significa prole e Phobos (medo).

A maioria das pessoas, homens e mulheres, gosta de sexo. O sexo é um ato humano básico que permite intimidade e também permite a continuação da espécie. No caso de indivíduos genofóbicos, no entanto, o simples pensamento de ficar íntimo de alguém pode induzir um ataque de pânico completo. Uma tentativa de contato sexual pode até mesmo trazer sintomas de ansiedade intensa nos sofredores. Naturalmente, esses pacientes tendem a evitar relacionamentos íntimos, e aqueles que já estão em um relacionamento sofrem pressão com a sua recusa ao sexo. A vida tende a se tornar bastante solitária e deprimente para tais indivíduos e sua fobia pode até mesmo interferir com as suas rotinas do dia-a-dia.

genofobia erotofobia medo de sexo

Causas da Genofobia

Genofobia ou erotofobia se tornou comum após o pânico generalizado sobre a AIDS no início de 1980. Atitudes negativas em relação ao sexo e falsas crenças sobre doenças sexualmente transmissíveis são algumas das causas mais comuns de Genofobia.

Cientificamente falando, Genofobia não é classificada nos tipos comuns de fobias; em vez disso, é apresentada em outros contextos, tais como disfunção sexual, distúrbios de estresse pós-traumáticos (TEPT) ou mesmo distúrbios de ansiedade social.

Personalidade também desempenha um papel importante no medo sexo exagerado; indivíduos que sofrem com erotofobia endossam crenças, expectativas e reações emocionais negativas em relação a intimidade física.

Falta de conhecimento e educação sexual desempenham um papel importante nas causas da fobia de sexo; pessoas com falsas crenças sobre doenças sexualmente transmissíveis tendem a ter atitude estigmatizante em relação ao sexo. A cultura também reforça essas crenças.

À medida que as experiências individuais provocam medo e culpa sobre sexo, a pessoa evita discussões sobre estas questões, causando ainda mais ignorância e vulnerabilidade sobre a relação íntima com alguém.

Estupro ou abuso sexual, especialmente na infância, podem levar a um medo intenso de sexo classificado como fobia. Casos de abuso sexual na infância levam à insegurança na idade adulta. A criança pode não entender as implicações do que aconteceu com ela naquele momento, mas depois, cresce e começa a se sentir violada. Isto leva a desconfiança ou a falta de dependência dos outros. Essa auto-suficiência também pode traduzir-se em erotofobia ou medo de sexo.

Homens com disfunção erétil também podem experimentar o medo de sexo. No caso das mulheres, sexo doloroso, mutilação genital ou certas condições médicas podem impedir a pessoa de ter o ato sexual e causar genofobia. Em algumas mulheres, a insegurança sobre sua aparência, ou a aparência de suas partes íntimas, como seios pequenos, não gostar de lábios vaginais e etc pode também torná-las erotofóbicas.

Às vezes, genofobia pode ter suas raízes em outras fobias. Por exemplo, o medo intenso de germes ou de medo de contrair uma doença ou um vírus ou medo de nudez, bem como o medo extremo de ser tocado, podem causar Genofobia.

Os sintomas do medo de sexo (fobia sexual)

Os sintomas do medo do sexo ou erotofobia variam de pessoa para pessoa. A maioria dos fóbicos evita relacionamentos e tem uma tendência de ir a extremos para evitar intimidade com seu parceiro. Isso pode causar uma grande dose de pressão sobre o relacionamento. Muitos acabam se divorciando ou levando uma vida solitária. O pensamento de ficar íntimo com alguém pode levar a ataque de ansiedade completo caracterizada por seguintes sintomas:

  • Respiração rápida e superficial
  • Aumento da frequência cardíaca
  • A sensação de estar sendo sufocado
  • Pensamentos de morte ou de morrer
  • Palmas das mãos suadas
  • Terror extremo
  • Ataque de ansiedade
  • Evitação de relações

Estes sintomas de medo de sexo (genofobia) podem ser muito debilitantes, já que eles tendem a interferir com as relações sociais podem até mesmo causar depressão depressão.

O tratamento para erotofobia

Como é o caso com outras fobias, existem vários métodos para tratar o medo do sexo ou o medo de intimidade sexual. É melhor não usar medicamentos para ansiedade fortes, uma vez que estes vêm com uma infinidade de efeitos colaterais e muitas vezes levam à dependência química. De fato; muitos medicamentos para ansiedade / depressão têm um de seus efeitos secundários listados como uma perda de libido ou falta de interesse em sexo. Assim, somente um especialista treinado e qualificado deve prescrever tais medicamentos. O objetivo da terapia medicamentosa deve ser também o alívio sintomático de sintomas de ansiedade. Outras formas de tratamento devem ser usadas em conjunto e devem se concentrar em tratar a causa raiz da condição.

Em primeiro lugar, é extremamente importante que o indivíduo entenda que não há necessidade de vergonha ou embaraço sobre sua condição. Este é o primeiro passo no tratamento da genofobia. Ele deve estar disposto a ver um psicólogo ou psiquiatra para o tratamento. Talvez o  método de tratamento mais recomendado para essa e outras fobias é a dessensibilização gradual.

Métodos alternativos para curar genofobia incluem hipnoterapia e PNL. Cada pessoa deve estudar e escolher o melhor método para si, sabendo que é perfeitamente possível superar e definitivamente curar a fobia de sexo.

 

comprar livro freud analises de fobias menino hanslivro ansiedade fobias sindrome do panico comprar  medos fobias panico livro comprarcomprar livro tratando fobia panico depressao

 

 

 
 
 
 
 
 
 





3 comentários em “Genofobia (medo de sexo): Causas, sintomas, tratamentos

  • 31/05/2017 em 12:24
    Permalink

    Sofro muito com a genofobia,E agora mais ainda por que estou com cirrose hepática!!
    Fasso a minha esposa infeliz😔que parte que me doi Muito!!

    Resposta
    • 31/05/2017 em 12:35
      Permalink

      Sofro muito com a genofobia,E agora mais ainda por que estou com cirrose hepática!!
      Fasso a minha esposa infeliz😔é parte que me doi Muito!!

      Resposta
  • 16/01/2018 em 02:41
    Permalink

    Eu tenho muito medo de sexo e sempre que eu vou tentar me dá ataque de pânico eu começo a chorar do nada só quero sair daquele lugar e penso que nunca mais quero fazer isso.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.