Antropofobia (Medo de pessoas): Causas, sintomas, tratamentos

Antropofobia é medo das pessoas ou da sociedade de forma “extrema, irracional e injustificada”. É um distúrbio que é muitas vezes incompreendido ou confundido com outras fobias sociais. A principal diferença entre os dois é que: na antropofobia, o indivíduo teme as pessoas, na maioria ou todas as situações, em vez de, por exemplo, só temer pessoas durante o ato de falar em público ou ao comer perto de outros, como é o caso com fobias sociais. Assim, a diferença entre fobia social e antropofobia – o medo extremo de pessoas – é sutil e, portanto, o diagnóstico é muitas vezes difícil.

  • Na antropofobia, o indivíduo pode até mesmo ter medo amigos e parentes e achá-los tão ameaçadores quanto um estranho.
  • A pessoa com o medo extremo entende que seu medo é ilógico. Apesar disso, a fobia de pessoas afeta sua vida diária, educação ou ocupação. Eles organizam estas atividades para que haja o mínimo de interação interpessoal.

Antropofobia (Medo de pessoas)

Causas do medo das pessoas (fobia)

  • Uma intensa experiência negativa com as pessoas no passado pode ter provocado a fobia de pessoas.
  • A mente pode, por vezes, injustamente aprender a temer pessoas.
  • Pessoas com tendência geral de ser “muito nervosas” ou superansiosas podem também desenvolver antropofobia.
  • Problemas físicos ou insuficiência adrenal também podem levar a esta condição.

Os sintomas da antropofobia

A maioria de nós se sente um pouco anti-social ao longo do tempo. Certas situações, alterações de humor etc podem levar-nos a não “se sentir como associados com os outros”. Em caso de antropofobia no entanto, o simples pensamento de socialização pode desencadear uma infinidade de sintomas de ansiedade, de forma física ou psicológica.

Antropofobia – Sintomas

  • Tentar evitar eventos sociais a todo custo – mudar trajetos para isso.
  • Sentir pânico ao pensar em sair ou terror quando tem que conhecer pessoas. Os sintomas podem estar presentes dias antes do encontro real com as pessoas.
  • Aumento da freqüência cardíaca, falta de ar, sentir-se como sendo sufocado, dificuldade em engolir, aumento da pressão arterial, sudorese, tremores, choro etc., são alguns sintomas físicos comuns de tais ataques de pânico.
  • Pensamentos de morte, medo de passar vergonha em público

É muito importante procurar ajuda para lidar com os sintomas da antropofobia. Familiares e amigos também devem apoiar o indivíduo antropofóbico tanto quanto possível, e diante de uma crise, incentivá-lo a empregar técnicas de auto-ajuda, como respiração profunda, meditação e etc para alívio rápido.

Curar antropofobia / perder medo de pessoas

Técnicas de auto-ajuda:

  • É preciso entender que esta é uma paranoia que pode ser superada.
  • Repetir o mantra “as pessoas não percebem o que eu acho que eles percebem” pode ajudar.
  • Empregar terapia cognitiva comportamental e terapias de comportamento, que incluem a modificação de pensamentos e comportamento. Isso significa que: “as pessoas estão rindo de mim porque eu pareço estúpido” deve ser alterado para “as pessoas não estão pensando sobre mim sempre” e assim por diante. Escrever os pensamentos positivos e negativos subsequentes também pode beneficiar o fóbico e aliviar os sintomas da antropofobia.

Sempre que possível é importante buscar ajuda em terapias profissionais que são benéficas em ajudar alguém a superar fobias como o medo de pessoas. Hipnoterapia, em particular, pode ajudar a chegar à raiz do problema. A dessensibilização sistemática envolve expor o fóbico gradualmente ao medo, objetivando o desenvolvimento de resistência.

Outra terapia popular para ajudar a perder o medo das pessoas é Terapia Morita,  do Japão. É baseada em princípios do Zen-Budismo que ajudam no tratamento de fobias por ajudar o indivíduo aceitá-las. Assim, em vez de empurrar e deixar o medo de lado, aprende-se a aceitar o fato de ter medo e, em seguida, encontrar maneiras de lidar com isso de forma positiva.

Terapia da conversa é uma parte importante do processo de perder o medo das pessoas e curar a antropofobia – sintomas e causas. Amigos de pessoas que sofrem desse mal também podem ajudar, sendo solidárias e oferecendo encorajamento na medida do possível.

 

comprar livro freud analises de fobias menino hanslivro ansiedade fobias sindrome do panico comprar  medos fobias panico livro comprarcomprar livro tratando fobia panico depressao

 

 

 



DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

9 comentários em “Antropofobia (Medo de pessoas): Causas, sintomas, tratamentos

  • 07/03/2017 em 18:31
    Permalink

    Eu sinto medo dos meus familiares amigos e desconhecidos. Não importa quem seja. É muito estranho esse problema, peço a Deus que me ajude a sair dessa situação. Estou fazendo terapia comecei agora. Vamos lá ver no que dá ESTOU muito otimista. Embora o medo de encontrar com as pessoas seja grande e me deixe tremendo, vermelha, suando frio, dor de barriga, enjoos vista embaraçada. Eu ainda consigo fazer muitas coisas. Percebo que se me tranco é pior então eu tento disfarçar a mente.

    Resposta
  • 14/03/2017 em 05:25
    Permalink

    Obrigado pela ajuda agora tenho mais informações sobre o que eu tenho , vou procurar ajuda !

    Resposta
  • 18/03/2017 em 22:07
    Permalink

    Eu tenho muito medo das pessoas eu não consigo falar com elas o meu medo é que elas não gostem de mim eu preciso muito de ajuda espero que vocês possam me ajudar obrigado

    Resposta
  • 21/04/2017 em 17:47
    Permalink

    Sempre fui uma pessoa normal, mas durante minha adolescência (uns 4 anos atras) comecei a apresentar muita ansie dade nas minhas relações interpessoais e conforme isso se tornou perceptivo, eu fiquei cada vez mais incomodada com isso, o que me levou ao isolamento.. hoje com 21 anos sei que tenho antro fobia, não sei mais o que fazer, pois, tô fazendo psicoterapia, tô fazendo de tudo msm, porém, meu emocional tá tão desgastado que eu já não estou mais vendo resultado, não consigo mais reagir.

    Resposta
  • 09/05/2017 em 21:29
    Permalink

    Obrigado por me darem essas informações meu nome é Denis já tive várias crises por causa desses pensamentos chorei,raiva,medo,insegurança sofri tanto que Deus me ajude

    Resposta
  • 02/06/2017 em 22:29
    Permalink

    Pessoal, o meu problema é pensar que todos ao meu redor estão falando de mim, tenho medo do que as pessoas pensem de mim

    Resposta
    • 05/06/2017 em 17:30
      Permalink

      Olá Lohayne, não quero vir aqui com conselhos clichês, mas sei lá, senti que quero te ajudar, mas o máximo que posso fazer é dar conselhos e tentar não fazer parecer clichê. Enfim, se você acha que tem o distúrbio psicológico apresentado acima, é preciso procurar ajuda profissional, sim, porque é algo sério, sabe. Somos seres sociáveis e se isolar por “medo do que os outros vão pensar” não é algo saudável, não é mesmo.
      Sem falar que essa ideia de medo e se importar com o que os outros pensam ao nosso respeito é algo que acomete todos sabe. As pessoas julgam o tempo inteiro, então tendemos a ligar esse estado de alerta e evitar isso, evitar que elas nos julguem, por exemplo, deixando de fazer/falar algo.
      No entanto, é preciso trabalharmos sempre a ideia de que “não, eles não estão prestando atenção em mim porque estão mais preocupados com suas próprias vidas, seus próprios problemas…”, entende? Como diz no artigo a gente tende a pensar que as pessoas repararam algo em nós quando na verdade não, é paranoia da nossa cabeça. Enfim, espero não ter sido chata e que possa ter ajudado pelo menos um pouquinho, tudo isso é questão de treino mental diário sabe, tente isso 😉

      Resposta
  • 19/09/2017 em 00:47
    Permalink

    Boa noite.
    Meu nome é Elanne Campos,tenho 35 anos e há alguns meses comecei a sentir medo de tudo. Principalmente das pessoas ruins(bandido marginais etc)… Não consigo confiar em ninguém,pra me vai acontecer alguma coisa ruim a todo momento. Quando vejo uma moto já acho q vou ser assaltada ou vão fazer algo pior. Quando meus filhos sai pra fazer alguma coisa fora de casa ou quando esta longe de mim,pra sempre tem alguém pra fazer mal a eles e fico aflita. Só relaxo quando eles estão comigo. Estou enlouquecendo?
    Gente meu marido trabalha e chega depois das 1:00 enquanto ele não abri a porta de casa e eu ouço fechar,eu não consigo dormir. Tenho medo de quase tudo.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.