Viés de Grupo (Favoritismo intragrupal)

O viés de grupo (também conhecido como favoritismo em grupo ou parcialidade intragrupal) é a tendência para que os seres humanos sejam mais úteis e positivos para os membros de seu próprio grupo do que para pessoas fora do grupo. Observado inicialmente no início dos anos 1900, o viés em grupo ocorre devido ao comportamento humano típico de formar grupos e identidades de grupo. Os exemplos dessas identidades de grupo incluem etnia, ideologias políticas, crenças religiosas e identidades geográficas.


Leia também:

O viés de grupo também pode ser visto em ambientes artificiais de laboratório – quando os participantes são separados aleatoriamente em grupos arbitrários, eles são mais propensos a apoiar e ajudar os membros de seu próprio grupo em vez de membros dos outros grupos. A associação em grupos pode mudar ao longo do tempo, por isso o viés em grupo pode ser testemunhado como tendo uma natureza de fluxo.

Um exemplo de viés de grupo seria em uma eleição. No começo, os membros dentro de um partido político geralmente discutem um com o outro e dividem-se em facções que apoiam diferentes candidatos dentro do mesmo partido. Eles podem exibir pensamentos estereotipados e comportamentos negativos em relação a outros grupos. Mas ao longo do tempo, depois que um candidato é selecionado para concorrer, normalmente os membros do partido participam de um grupo que apoia o candidato que antes era um oponente, então as atitudes mudam e o viés de grupo continua funcionando.

Algumas teorias que explicam o viés em grupo incluem a Teoria do Conflito Realista (TCR) , que postula conflito sobre os recursos compartilhados, o que promove o viés dentro do grupo, e a Teoria da Identidade Social, que propõe a criação de identidades individuais distintas, juntamente com uma identidade cultural, aumentando a probabilidade desse viés.


Via Alley Dog.


Quer ler o site sem anúncios + conteúdo exclusivo?
☆ Assine o Psicoativo Premium





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.