2 Técnicas comprovadas para dobrar a capacidade da sua Memória

Capacidade de memória dobrada com dois métodos de treinamento.

Leia também:

Feitos impressionantes de memória podem ser conseguidos com o treinamento da memória, segundo uma nova pesquisa. Pessoas no estudo dobraram sua capacidade de memória em apenas 40 dias de trabalho de 30 minutos por dia.

Mesmo sem qualquer outra formação, a memória ainda estava trabalhando em um nível superior quatro meses depois dos testes.

Professor Martin Dresler, o principal autor do estudo, disse:

“Após o treinamento vemos maciçamente maior desempenho em testes de memória. O treinamento não apenas pode induzir uma mudança de comportamento, como também induz padrões de conectividade cerebral semelhantes aos vistos em atletas de memória “.

Pesquisadores fizeram varreduras do cérebro antes e depois do treinamento.

Eles descobriram que, depois de treinar o cérebro das pessoas eram mais semelhantes aos dos atletas de memória – aqueles que treinam suas memórias para competições internacionais. Normalmente, os melhores atletas de memória podem memorizar uma série de 500 dígitos em apenas cinco minutos. Nenhum dos atletas de memória nasceram com habilidades de memória especiais, eles simplesmente trabalharam com elas ao longo dos anos, disse o professor Dresler:

“Eles, sem uma única exceção, treinaram durante meses e anos usando estratégias mnemônicas para alcançar esses altos níveis de desempenho.”

Os dois métodos de treinamento para melhorar a memória utilizados no estudo foram:

  • Praticar lembrar de sequências de números.
  • Método de Loci, também chamado de Palácio da memória (que é o que Sherlock usa na série da BBC).

Após o treinamento, as pessoas normalmente poderiam se lembrar do dobro de palavras.

A formação estratégica (o método de loci), no entanto, funcionou melhor no longo prazo.

Professor Dresler disse:

“Quando estiver familiarizado com estas estratégias e souber como aplicá-las, você pode manter a sua alta performance sem muito treinamento adicional.”

As varreduras do cérebro mostraram que havia 25 pontos críticos de conectividade entre os atletas de memória. A pesquisa também destacou dois centros vitais da conectividade nas regiões do cérebro relacionados com a aprendizagem.


O estudo foi publicado na revista Neuron  ( Dresler et al., 2017 ).

Via Psypost.




DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.