Transtorno da Personalidade Histriônica: Causas, sintomas, tratamentos

Neste artigo:

  • Sintomas do transtorno de personalidade histriônica.
  • Causas do Transtorno histriônico de personalidade.
  • Diagnóstico.
  • Tratamento para Transtorno histriônico personalidade.
  • Complicações associadas
  • Quais são as perspectivas para as pessoas com o transtorno?
  • Ele pode ser prevenido?

O que é Transtorno de personalidade histriônica

Transtorno de personalidade histriônica faz parte de um grupo de condições chamado de transtornos de personalidade “dramáticos”. As pessoas com esses transtornos têm emoções intensas, instáveis e autoimagens distorcidas. Para as pessoas com transtorno de personalidade histriônica, sua autoestima depende da aprovação dos outros e não surge de um verdadeiro sentimento de autoestima. Eles têm um enorme desejo de ser notados, e muitas vezes se comportam de forma dramática ou inadequadamente para chamar a atenção. A palavra histriônico signifrica “dramático ou teatral.”

Este distúrbio é mais comum em mulheres do que em homens e, geralmente, se torna evidente pela adolescência ou início da idade adulta.

Transtorno da Personalidade Histriônica

Quais são os sintomas do transtorno de personalidade histriônica?

Em muitos casos, as pessoas com transtorno de personalidade histriônica têm boas habilidades sociais; Contudo, elas tendem a usar essas habilidades para manipular os outros de modo a poder ser o centro das atenções.

Uma pessoa com esse transtorno pode também:

  • Ficar desconfortável a menos que seja o centro das atenções
  • Se vestir de forma provocativa e / ou apresentar um comportamento de forma sedutora inadequada
  • Mudar emoções rapidamente
  • Agir de forma bastante dramática, com as emoções e expressões exageradas, mas parece faltar sinceridade
  • Ser excessivamente preocupada com a aparência física
  • Buscar constantemente garantia ou aprovação
  • Ser crédula e facilmente influenciada por outros
  • Ser excessivamente sensível a críticas ou desaprovação
  • Ter uma baixa tolerância à frustração e ficar facilmente entediada com projetos, muitas vezes começando a rotina sem terminá-la ou pular de um evento para outro
  • Não pensar antes de agir
  • Tomar decisões precipitadas
  • Ser autocentrada e raramente mostrar preocupação com os outros
  • Ter dificuldade em manter relacionamentos, muitas vezes parecendo falsa ou superficial nas suas relações com os outros
  • Ameaçar ou tentar o suicídio para chamar a atenção

O que causa Transtorno histriônico personalidade?

A causa exata do transtorno de personalidade histriônica não é conhecida, mas muitos profissionais de saúde mental acreditam que tanto fatores aprendidos e herdados desempenham um papel no seu desenvolvimento. Por exemplo, a tendência para o transtorno de personalidade histriônica ocorrer em famílias sugere que a suscetibilidade genética para a doença pode ser herdada. No entanto, o filho de um pai com esse transtorno pode estar simplesmente repetindo o comportamento aprendido.

Outros fatores ambientais que podem estar envolvidos incluem a falta de crítica ou punição a uma criança, o reforço positivo que é dado somente quando a criança completa certos comportamentos aprovados e atenção imprevisível dada a uma criança por seus pais, tudo levando a confusão sobre que tipo de comportamento ganha a aprovação dos pais.

Transtornos de personalidade também geralmente se desenvolvem em relação ao temperamento individual e estilos psicológicos e maneiras como as pessoas aprendem a lidar com o estresse, enquanto crescem.

Como o Transtorno histriônico de personalidade é diagnosticado?

Se os sinais deste distúrbio de personalidade estão presentes, o médico começará uma avaliação através da realização de história clínica e psiquiátrica completa. Se os sintomas físicos estão presentes, um exame físico e testes laboratoriais (tais como estudos de neuroimagem ou exames de sangue) também podem ser recomendados para assegurar que uma doença física não está causando sintomas que podem estar presentes.

Se o médico não encontra nenhuma razão física para os sintomas, ele ou ela pode indicar a pessoa a um psiquiatra ou psicólogo, profissionais de cuidados de saúde que são especialmente treinados para diagnosticar e tratar doenças mentais. Psiquiatras e psicólogos usam ferramentas de entrevista e verificar se uma pessoa sofre com um transtorno de personalidade.

Tratamentos para Transtorno histriônico de personalidade

Em geral, as pessoas com transtorno de personalidade histriônica não acreditam que precisam de terapia. Eles também tendem a exagerar seus sentimentos e não gostam de rotina, o que torna seguir um plano de tratamento difícil. No entanto, eles podem procurar ajuda se a depressão – possivelmente associada com uma perda ou um relacionamento fracassado – ou outro problema causado por suas ações lhes causa sofrimento.

Psicoterapia é geralmente o tratamento para o transtorno de personalidade histriônica. O objetivo do tratamento é ajudar o indivíduo a descobrir as motivações e medos associados com os seus pensamentos e comportamento, além de ajudar a pessoa a aprender a se relacionar com os outros de uma forma mais positiva.

A medicação pode por vezes ser usada como tratamento de outras condições que também podem estar presentes com esta desordem, como depressão e ansiedade .

Que complicações estão associadas com transtorno de personalidade histriônica?

Transtorno de personalidade histriônica pode afetar, a vida social, profissional, relacionamentos de uma pessoa, e como ela reage a perdas ou falhas. As pessoas com este transtorno também estão em maior risco do que a população em geral a sofrer de depressão .

Quais são as perspectivas para as pessoas com transtorno de personalidade histriônica?

Muitas pessoas com este transtorno são capazes de viver bem socialmente e no trabalho. Aqueles com casos graves, no entanto, podem enfrentar problemas significativos em suas vidas diárias

Transtorno histriônico de personalidade pode ser prevenido?

Embora a prevenção do transtorno de personalidade histriônica não seja possível, o tratamento pode permitir que uma pessoa que está propensa a esse transtorno aprenda maneiras mais produtivas de lidar com as situações.


Fontes:



DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

9 comentários em “Transtorno da Personalidade Histriônica: Causas, sintomas, tratamentos

  • 30/08/2016 em 09:12
    Permalink

    Com toda certeza ela eh borderline! Não eh histrionica, pode ter traços…até pq a relação c coringa é doentia e não superficial..

    Resposta
  • 06/09/2016 em 22:09
    Permalink

    Ola estou meio confuso bao com os personagens(arlequina e coringa) mais sim com essa doença algumss das caracteristicas assima eu tenho e queria saber ser alquem(piscicologo ou pisciqueatra) poderia me ajudr
    Meu numero: 91 991697326

    Resposta
  • 06/09/2016 em 22:16
    Permalink

    Ola gostaria se alquem poderia me ajudr( pisciquiatras ou pisciologos) pois estou meio confuso com essa doença pois me incaixo em alguns(muits desses sintomas) e queria saber se podem me esclarecer para saber se tenho ou so mesmo esclarecer
    Meu numero para contato: 91 991697326

    Resposta
    • 04/10/2016 em 11:03
      Permalink

      Busque atendimento na ubs do seu bairro. Pare de ler coisas na Internet pra ficar com mais preocupações infundadas.

      Resposta
    • 17/03/2017 em 00:01
      Permalink

      Sou apenas um estudante de psicologia e o que percebi é que os traços é normal todas pessoas ter. Às vezes se indetificar com um ou dois talvez até 3 traços deste transtornos isso não quer dizer que você tenha-o .

      Resposta
      • 17/03/2017 em 02:16
        Permalink

        Por isso geralmente se usa como critérios um número mínimo de traços e a duração deles.

        Resposta
  • 25/02/2017 em 00:27
    Permalink

    Aq diz q nao podemos nos diagnosticar apenas lebdo um artigo de internet, mas e se caso a pessoa q sofre esse tipo de transtorno (q sou eu no caso) estou me auto observando a um tempo, e eu tenho tdos os sintomas praticamente, e eu observei esses sintomas antes mesmo de saber q isso era um trnastorno de personalidade.. tipo, as pessoas ao meu redor fez eu enxergar isso, pq se nao fosse elas eu jamais iria perceber… mas como diz ai, todo mundo mostra q a gente faz drama e eu posso ate estar fazendo drama agr, mas querendo ou nao isso e um problema q deve ser tratado e antes mesmo de saber q existe isso, eu tentava evitar de sentir pq toda vez q eu sentia algo eu pensava nos outros dizendo q e drama e a gente vai aceitando cada vez mais e vai achando q somos normais assim, q nascemos assim e que isso nao tem tratamento… eu estou realmente muito triste pq pensei q nao era preciso me consultar com algum profissional, comecei a ter nojo de mim mesma, e chato pq querendo ou nao nescecitamos dessa atençao, querendo q algo aconteca com a gente pras pessoas se preocuparem, ou ate mesmo achar legal ter esse transtorno pq vai achar q vai ser mais facil de alguem aceitar pq vc praticamente e (louca) e nao tem culpa de agir assim “pensando por esse lado e um pouco de verdade, porem doentio se orgulhar de alfo tao futil.” Eu so to escrevendo isso, se vcs verem q alguem esta fazendo drama por qualquer coisa nao infeorizam eles, eles nao fazem drama pq querem, e uma atitude impulsiva, e é totalmente torturante vc ter q ficar analisando cada atitude antes de toma-la pq nao quer ter essa atitude pq e uma coisa q as pessoas praticamente vao tirar sarro da sua cara ou te menozprezar e vc vai se sentir pior e so vai querer se isolar pq compreende q e chato ficar fazebdo drama ou int nao poder sentar em uma roda de amigos pq sabe q vai querer chamar atencao a qualuqer custo, o pior de tudo e quando queremos seduzir alguem, isso e vergonhosooooo, e nao precisamos de alguem pra apontar o dedo, pq ja percebemos o quanto q e feio, essas pessoas precisam de ajuda e de atençao, mas nao a atencao q ela exigeeee… eu nao to sabendo explicar mas espero q nao tenha saido como drama essa porra aq, mas a coisa e seria.

    Resposta
  • 17/03/2017 em 00:12
    Permalink

    Tenho apresentação deste tema em minha faculdade, assumo nuca tinha pensado se quer em tal coisa.Posso afirmar que vou querer saber muito mais deste tema . Tem um livro que o professor indicou-me e vou passar para vocês e o DSM-5 quanto mais pessoas se interessa por este tema melhor vamos poder ajudar quem precisar

    Resposta
  • 16/04/2017 em 14:23
    Permalink

    Acho que estou enlouquecendo com tudo isso! Não consigo mais me expressar por medo de estar sendo chata e dramática, manipuladora. E as pessoas vão ler e me achar ainda dramática! Estou realmente cansada!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.