Projeção Freudiana / Projeção segundo Freud

Definição de projeção na psicologia freudiana

Projeção na Psicologia – Na teoria psicanalítica, que foi originalmente desenvolvida por Sigmund Freud, a projeção é um tipo de mecanismo de defesa psicológico. Um mecanismo de defesa é uma estratégia que pessoas podem usar, mesmo sem perceber que estão fazendo isso a fim de proteger-se de coisas que realmente não querem lidar ou pensar. Ela alivia os sentimentos de ansiedade ou culpa associados a pensamentos dolorosos ou indesejáveis.

Alguns outros exemplos de mecanismos de defesa incluem: negação, regressão, atuação, dissociação e compartimentalização.

Quando as pessoas usam projeção como um mecanismo de defesa, percebem um pensamento desagradável, sentimento ou qualidade como pertencente a outra pessoa, em vez de a si mesmos a fim de ter a carga emocional retirada de si.

projecao - mecanismo de defesa

Exemplo de projeção como mecanismo de defesa

Por exemplo, uma pessoa pode brigar com seu amigo, mas não se sentir confortável com o sentimento de raiva. Assim, em vez de reconhecer esses sentimentos, ela lhes nega e acusa o amigo de estar com raiva dela. Em seguida, ela é capaz de condenar os sentimentos que encara como inaceitáveis sem atribuir essas qualidades indesejáveis para si mesma.

Os psicólogos consideram projeção como um mecanismo de defesa primitivo que foi aprendido durante a nossa infância. Eles acreditam ainda que, ao mesmo tempo que nos serviu bem quando crianças, nós, como adultos, somos capazes de usar, formas mais sofisticadas e eficazes de lidar com nossas emoções desagradáveis.

Para este objetivo, um psicólogo pode trabalhar com pessoas que costumar usar a projeção, a fim de ajudá-las a aprender a reconhecer quando estão usando esse mecanismo de defesa.

Depois que as pessoas reconhecem o que estão fazendo, podem ser mais capazes de enfrentar os seus sentimentos de frente e lidar com eles ao invés de projetá-los em outra pessoa. Isto levará a relações mais positivas e funcionais.

Sentimentos desconfortáveis – e o uso de mecanismos de defesa para lidar com eles – são completamente normais para todos nós, dizem os psicólogos.

No entanto, de acordo com a teoria psicanalítica, há o risco de que o uso de mecanismos de defesa ficar fora de controle, levando a neuroses, como estados de ansiedade, obsessões, histeria ou fobias. Eles acreditam que aprender a reconhecer essas emoções em nós mesmos e abraçar em vez de empurrar para fora ou se desviar delas pode ajudar-nos a viver uma vida mais saudável emocionalmente.


Referências

Grohol, John M.  “15 Common Defense Mechanisms.”  Psych Central.  Psych Central.  Last reviewed:  By John M. Grohol, Psy.D. on January 30, 2013.  Accessed:  September 9, 2015.

McLeod, Saul.  “Defense Mechanisms.”  SimplyPsychology.  SimplyPsychology.org.  Published:  2008.  Accessed:  September 9, 2015.

“What Is Projection?”  Psychology Dictionary.  Free Online Psychology Dictionary.  Accessed:  September 9, 2015.

Whitbourne, Susan Krauss.  “The Essential Guide to Defense Mechanisms.”  Psychology Today.  Sussex Publishers, LLC.  Published:  October 22, 2011.  Accessed:  Septemer 9, 2015.

Por Nancy Schimelpfening



DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

2 comentários em “Projeção Freudiana / Projeção segundo Freud

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.