Aicmofobia (Medo de agulhas): Causas, sintomas, tratamentos

Aicmofobia é uma fobia muito real que afeta cerca de 3,5 a 10% da população do mundo. Ela consiste de um medo irracional ou excessivo de agulhas, alfinetes ou injeções. Também é conhecida como aiquimofobia e belenofobia.

Enquanto a maioria das pessoas, especialmente as crianças, tem medo de tomar vacina ou recolher amostras de sangue, no caso de pessoas com extremo medo de agulhas, a simples ideia dessas coisas desencadeia uma resposta imediata de ansiedade.

Em casos muito graves de aicmofobia, a evitação, ansiedade ou sofrimento associado com a condição pode interferir com a rotina diária, funcionamento ocupacional, relações sociais e pessoais.

Aicmofobia medo de agulhas

Causas do medo de agulhas

Antes de discutir as causas comuns da aicmofobia, primeiro é essencial distinguir entre o medo normal da infância e a fobia de agulhas e injeções. Choro, acessos de raiva, apego, paralisia em crianças antes de uma injeção é um comportamento comum, mas não vai interferir com as atividades diárias. Em adultos, no entanto, a fobia pode levar a problemas de comportamento, bem como a prevenção extrema e sintomas de ansiedade.

Os médicos têm várias explicações para o medo de agulhas:

  • As injeções são geralmente desagradáveis para a maioria das pessoas. Em caso de aicmofobia, a pessoa pode ter uma memória dolorosa ou uma experiência assustadora com sua primeira injeção. Para uma criança, receber uma injeção de um médico, um estranho, é em si mesmo algo assustador. Ela é incapaz de compreender por que razão os pais não estão protegendo-a da dor.
  • Pais, avós e cuidadores também podem ser responsáveis por incutir medo de agulhas na criança. Muitas vezes usam declarações como: “Fique longe de agulhas infectadas, você pode pegar uma doença”, ou “você tem que ser corajoso quando for tomar vacina,” . Estes termos podem levar a pensamentos temerosos sobre agulhas.
  •  Se um adulto significativo na vida de alguém exibe o medo de agulhas, então a criança, sem saber, aprende.
  • Uma criança pode ter visto um parente idoso que recebe uma injeção e, em seguida, falece.Isso forma uma associação desagradável entre agulhas e morte.
  • Receber uma notícia ruim, como resultado de teste positivo para uma doença grave depois de um exame de sangue, ou sobre a morte de um amigo / membro da família, enquanto estiver vendo agulhas ao mesmo tempo pode levar a fobia de agulhas.
  • Sensação de desmaio ou aumento da frequência cardíaca são algumas associações mais negativas com agulhas. Algumas pessoas simplesmente se preocupam em desmaiar e passar vergonha e, portanto, tendem a evitar agulhas completamente.

Os sintomas da aicmofobia

Os sintomas do medo de agulhas podem ser físicos ou psicológicos:

  • Sensação de desmaio com a visão ou pensamento sobre agulhas
  • Ter um aumento do ritmo cardíaco ou tensão arterial
  • Falta de ar, boca seca, tremores, náuseas
  • Ataque de pânico
  • Pensamentos assustadores e imagens sobre agulhas, morte, dor e etc, podem levar o aicmofóbico a ser incapaz de distinguir entre realidade e fantasia.

Além de ter medo de agulhas, essas mesmas pessoas tem boas chances de também de ter medo de sangue (as duas fobias podem ser confundidas), medo de médicos e medo de dentistas, já que estes usam anestesias através de injeções.

Tratamentos para aicmofobia – como perder medo de agulhas

  • Como é o caso com outras fobias, é possível superar aicmofobia pela utilização de dessensibilização sistemática. Este processo envolve a exposição gradual às agulhas de modo que, com a repetição e prática, o processo de tomar uma injeção perde o seu poder de ‘causador de ansiedade “. Esta terapia pode ser auto-administrada, ou pode-se ter a ajuda de um terapeuta.
  • Terapia Cognitivo-Comportamental é outra outra técnicas que ajuda a gerenciar os pensamentos negativos e respostas a agulhas e injeções. Estratégias implementadas aqui incluem escrever os pensamentos de medo e transformá-los em coisas positivas.
  • Outra terapia altamente benéfica que entra em vigor em um tempo muito curto é hipnoterapia clínica. Estas sessões tem o intuito de induzir o relaxamento profundo no paciente e ajudar a explorar as raízes da fobia. Técnicas de visualização pode ser então utilizada para lidar com o medo de uma maneira positiva.
  • Técnicas de auto-ajuda, como respiração profunda, meditação e relaxamento muscular também são recomendadas para curar a aicmofobia.

Aicmofobia é uma fobia que afeta muitas pessoas. No entanto, é possível usar práticas simples e exercícios para perder o medo de agulhas.

 

comprar livro freud analises de fobias menino hanslivro ansiedade fobias sindrome do panico comprar  medos fobias panico livro comprarcomprar livro tratando fobia panico depressao

 

 

 





DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

2 comentários em “Aicmofobia (Medo de agulhas): Causas, sintomas, tratamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.