Lavagem cerebral – Comunismo, religião, propagandas

Lavagem cerebral é um termo usado para descrever quando o controle mental e coerção são usados para fazer alguém acreditar em algo ou executar ações que normalmente não faria.


Lavagem cerebral não é a nomenclatura científica oficial, mas o conceito é também conhecido como o controle mental, controle do pensamento, e reforma do pensamento. O termo lavagem cerebral foi usado pela primeira  na década de 1950 para descrever como norte-americanos prisioneiros de guerra eram convertidos ao comunismo em campos de prisioneiros chineses.

Também é comumente usado em referência aos cultos referente ao condicionamento mental e controle que infligem aos seus membros, a fim de influenciá-los. O uso de propaganda, violência externa (tortura, privação) ou   “comportamentos amáveis” (aceitação cult), e isolamento são componentes importantes no controle mental. A auto-justificação é usada pelos indivíduos sob controle mental e surge a partir da adoção de crenças irracionais e contraditórias, que são eliminados por racionalização.

Lavagem cerebral


Quer ler o site sem anúncios + conteúdo exclusivo?
☆ Assine o Psicoativo Premium





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.