Estímulo condicionado: Definição, exemplos, Pavlov

O que é estímulo condicionado?

Definição:

No condicionamento clássico, o estímulo condicionado é um estímulo previamente neutro que, após tornar-se associado com o estímulo incondicionado, eventualmente, desencadeia uma resposta condicionada.

Exemplos de estímulo condicionado

Por exemplo, suponha que o cheiro de comida é um estímulo incondicionado e uma sensação de fome é a resposta incondicionada. Agora, imagine que quando você sentiu o cheiro de uma lasanha maravilhosa, você também ouviu o som de um apito.

O apito não está relacionado com o cheiro da comida, mas se o som do apito for emparelhado várias vezes com o cheiro, o som acaba por desencadear a resposta condicionada. Neste caso, o som do apito é o estímulo condicionado.

O exemplo acima é muito semelhante à da primeira experimentação realizada pelo fisiologista russo Ivan Pavlov.

Cão salivando ao som do sino - Exemplo de estímulo condicionadoOs cães em seu experimento salivavam em resposta à comida, mas depois de emparelhar repetidamente a apresentação de alimentos com o som de um sino, os cães começaram a salivar só com o barulho do sino. Neste exemplo, o som da campainha foi o estímulo condicionado.



DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Um comentário em “Estímulo condicionado: Definição, exemplos, Pavlov

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.