Imitação diferida – Piaget / Exemplos de imitação diferida

Imitação Diferida – Jean Piaget

Imitação diferida é a repetição de um comportamento atrasado em um momento posterior do que quando realmente ocorreu. Este fenômeno foi descrito pela primeira vez pelo psicólogo Jean Piaget que observou que essa capacidade surgiu em crianças com idades entre 18 e 24 meses. Bebês e crianças muito jovens são incapazes de manter memórias de comportamentos e recuperá-las mais tarde. Crianças, eventualmente, desenvolvem a capacidade de representar mentalmente o comportamento em sua mente e repeti-lo.

Exemplos de imitação diferida


Um exemplo de imitação diferida seria uma criança imitando seus pais ao cozinhar o jantar, jogando com panelas e fingindo cozinhar. Outro exemplo seria uma criança que observa uma outra criança na pré-escola fazendo birra e repete o comportamento com seus pais mais tarde.

Imitação diferida - Piaget exemplos


Quer ler o site sem anúncios + conteúdo exclusivo?
☆ Assine o Psicoativo Premium





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.