2 qualidades pessoais mais vitais para o sucesso do que QI

Aqui estão duas qualidades pessoais treináveis ​​que predizem o sucesso 4x mais do que a inteligência.

Estar aberto a experimentar e consciente é quatro vezes  mais importante do que a inteligência em prever o sucesso acadêmico, uma nova revisão de pesquisa encontrou.

As pessoas que estão abertas a experiência são mais propensas a ser imaginativas, sensíveis aos seus sentimentos, intelectualmente curiosas e buscadoras da variedade. Pessoas conscientes, entretanto, são disciplinadas, obedientes e boas em planejar com antecedência.

Dr. Arthur Poropat, autor do estudo e especialista em personalidade e desempenho, pensa que a ênfase atual sobre inteligência é equivocada:

“No que diz respeito à aprendizagem, a personalidade é mais útil do que a inteligência para orientar os alunos e professores. Em termos práticos, a quantidade de esforço que os estudantes estão preparados para colocar, e onde esse esforço está focado, é pelo menos tão importante quanto se os alunos são inteligentes. E um estudante com a personalidade mais útil vai tirar uma nota maior nesse aspecto do que um aluno médio a esse respeito.”

A revisão, publicada na revista Learning and Individual Differences, incluiu dados de dezenas de milhares de estudantes ( Poropat, 2014 ).

Avaliações da sua própria personalidade por parte dos alunos eram tão boas em prever seu desempenho em prova quanto sua inteligência, segundo o estudo. Mas, quando uma outra pessoa que os conhecia bem avaliava a sua personalidade, isso previa o seu desempenho em prova quase 4x melhor do que a inteligência.

Dr Poropat continuou:

“Os testes de inteligência sempre estiveram intimamente ligados com a educação e as notas e, portanto, servviram de base para prever quem iria bem. O impacto da personalidade em estudo é realmente surpreendente para os pesquisadores educacionais, e para qualquer um que pensa que foi bem na escola porque era ‘inteligente’.”

A boa notícia é que consciência e abertura à experiência são treináveis, Dr Poropat disse:

“Personalidade pode mudar, e alguns educadores têm treinado aspectos da consciência e abertura dos alunos, levando a uma maior capacidade de aprendizagem. Por outro lado, há pouca evidência de que a inteligência pode ser ‘ensinada’, apesar da popularidade de aplicativos de treinamento do cérebro “.


 Via Psyblog.


DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.