Fobia Social: Indicação de uma causa genética

Resumo: As pessoas com ansiedade social evitam situações em que são expostas ao julgamento por outros. Os afetados também levar uma vida de retiro. Os investigadores descobriram agora evidência para um gene que se acredita estar associado com a doença. Ele codifica um transportador de serotonina no cérebro. Curiosamente, este mensageiro suprime sentimentos de ansiedade e depressivos.

As pessoas com ansiedade social evitam situações em que são expostas ao julgamento por outros. Os afetados também levam uma vida retirada e mantem contato, acima de tudo na Internet. Cerca de uma em cada dez pessoas é afetada por este transtorno de ansiedade ao longo de sua vida. Pesquisadores da Universidade de Bonn já encontraram evidências de um gene que acreditam ser ligado à doença. Ele codifica um transportador de serotonina no cérebro. Curiosamente, este mensageiro suprime sentimentos de ansiedade e depressivos. Os cientistas querem investigar esta causa mais precisamente e estão, portanto, à procura de mais participantes para o estudo. Os resultados serão publicados na revista Psychiatric Genetics.

A causa de doenças genéticas está muitas vezes no SNP (polimorfismos de nucleotídeo único). Estima-se que existem mais de treze milhões de tais alterações no DNA humano. Os cientistas investigaram um total de 24 SNPs que são suspeitos no sentido mais amplo de serem a causa de fobias sociais e outros transtornos mentais.

A avaliação dos dados recolhidos anteriormente tinha indicado que um SNP no gene SLC6A4 transportador de serotonina está envolvido no desenvolvimento de fobia social. Este gene codifica um mecanismo em que o cérebro está envolvido no transporte do serotonina, um importante neurotransmissor. Esta substância suprime, entre outras coisas, sentimentos de medo e estados depressivos. “O resultado corrobora indicações de estudos anteriores que a serotonina desempenha um papel importante na fobia social“, diz o Dr. Rupert Conrad. Os medicamentos que bloqueiam a recaptação de serotonina e aumentam a concentração do mensageiro no fluido do tecido no cérebro têm já sido muito utilizados para tratar desordens de ansiedade e depressão.

Os cientistas agora querem investigar mais de perto os links entre o DNA e fobia social. “Para atingir esta meta, precisamos de muitos mais participantes do estudo que sofrem de ansiedade social”, diz o psicólogo e coordenador do estudo Stefanie Rambau.

Informações sobre o estudo estão disponíveis em http://www.SocialPhobiaResearch.de. “Aqueles que tomarem parte vão ajudar a pesquisar a fobia social. Esta é a base de melhores procedimentos de diagnóstico e tratamento no futuro”, diz Stefanie Rambau.


Referências:

Andreas J. Forstner, Stefanie Rambau, Nina Friedrich, Kerstin U. Ludwig, Anne C. Böhmer, Elisabeth Mangold, Anna Maaser, Timo Hess, Alexandra Kleiman, Antje Bittner, Markus M. Nöthen, Jessica Becker, Franziska Geiser, Johannes Schumacher, Rupert Conrad. Further evidence for genetic variation at the serotonin transporter gene SLC6A4 contributing toward anxiety. Psychiatric Genetics, 2017; 1 DOI: 10.1097/YPG.0000000000000171

University of Bonn. (2017, March 9). Social phobia: Indication of a genetic cause: Study supports link with the messenger serotonin. ScienceDaily. Retrieved March 9, 2017 from www.sciencedaily.com/releases/2017/03/170309120629.htm

 



DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.