Pokemon Go pode ajudar a tratar depressão e ansiedade social

Capturar pokemóns pelas ruas da cidade pode fazer muito bem para a saúde mental

Pokemon Go é um novo aplicativo / jogo que é baseado no desenho animado (anime para os mais exigentes) Pokemon, que foi criado em 1995. Ele usa a câmera e o GPS do smartphone de uma pessoa para colocar personagens de Pokémon no mundo real em torno do jogador. Estes caracteres precisam ser capturados pelo jogador, a fim de obter pontos. Um jogador pode ver os personagens em seu ambiente do mundo real, olhando pela sua tela.

Por exemplo, você pode achar um bulbassauro no meios das couves da horta da sua vó ou um Gengar numa casa mal assombrada.

pokemon-go-psicologia-menino-com-pikachu

Embora lançado há poucos dias, os jogadores já tomaram Twitter, Facebook e outras mídias sociais gringas para compartilhar como Pokemon Go ajudou a sua saúde mental, humor, ansiedade social e depressão.

No Brasil o que mais se vê é a galera compartilhando memes e as desgraças engraçadas, como o cara que capturou um Pidgey durante o parto da esposa e assaltantes usando o mapa do jogo para armar emboscadas.

Nós já sabemos que o exercício ajuda muito com a depressão (juntamente com praticamente todos os outros problemas de saúde mental), mas ser motivado para se mexer quando você está deprimido é um desafio . É por isso que um jogo envolvente como Pokemon Go pode ser útil.

Pokemon Go faz isso por encorajar a pessoa a sair, fazer uma caminhada, conversar com outras pessoas, e explorar o mundo em torno dela. Claro que é através da interface do smartphone, mas caminhada é caminhada, mesmo que a motivação para fazer seja jogar um jogo. Para uma pessoa que sofre de depressão ou outro transtorno de humor, a ideia de exercício pode ser quase impossível. Para alguém que sofre de ansiedade social, a ideia de sair de casa e, eventualmente esbarrar em outras pessoas que podem querer falar com você é assustadora.

Alguns tuítes sobre como Pokemon Go pode ajudar com a saúde mental:

 

ENQUANTO ISSO NO BRASIL…

Esse não era o Grey… deixa pra lá.

E o que tem de bom? Bem, dizem que rir é o melhor remédio…

 

Os benefícios não intencionais de Pokemón Go

É uma demonstração maravilhosa das consequências não intencionais mas benéficas do jogo, que incentiva o exercício saudável. Centenas de desenvolvedores de aplicativos têm tentado desenvolver aplicativos de alteração do humor, incentivando as pessoas a controlarem o seu humor ou com afirmações encorajadores. Mas esses aplicativos raramente pegam, e poucas pessoas continuam a usá-los após a primeira semana.

Estudos tem mostrado os benefícios do exercício simples na melhorar do humor. Os desenvolvedores por trás de Pokemon Go não tiveram a intenção de criar um aplicativo / jogo para melhorar a saúde mental, mas eles fizeram isso, e os efeitos parecem ser amplamente positivos.

E cá entre nós, imagina encontrar um Dragonite no meio da rua? Como não ficar feliz?


Baseado no artigo de John M. Grohol, Psy.D.

Dr. John Grohol é o fundador e CEO da Psych Central. Ele é um autor, pesquisador e especialista em saúde mental online, e tem escrito sobre o comportamento online, questões de saúde mental e psicologia, bem como a intersecção da tecnologia e do comportamento humano – desde 1992. Dr. Grohol senta-se no editorial da Revista Computers in Human Behavior e é um membro do conselho fundador e tesoureiro da Society for Participatory Medicine.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.