Doença de Morgellons é um Transtorno Delirante?

Nesse artigo:

  • Síndrome de morgellons tem cura?
  • Doença de pele ou delírio?
  • Sintomas da doença de Morgellons

A apenas 200 anos atrás, antes do advento da pesquisa médica moderna e prática baseada em evidências, os médicos acreditavam em 4 humores – sangue, fleuma, bílis amarela e bílis negra. Sem dúvida, nós já percorremos um longo caminho a partir desses pontos de vista iniciais da homeostase fisiológica; no entanto, ainda temos muito a aprender sobre a doença e o corpo humano.

Nos últimos anos, uma população muito pequena se queixou de infestação da pele, quer por parasitas ou matéria inanimada, juntamente com queixas somáticas relacionadas. Essas pessoas relataram infestação e feridas ou não cicatrização da pele (lesões da pele); coceira (prurido), e sensações de ardor, e sensação de que insetos que mordem ou que rastejam sobre ou sob a pele (formigamento). Essas pessoas também afirmam que fibras em forma de fio são excretados a partir destas lesões cutâneas.

Doenca de MorgellonsApesar de esta condição não ter nem quaisquer critérios estabelecidos de diagnóstico e tratamento, nem qualquer reconhecimento institucional formal, entre membros da população leiga, este Dermopatia foi denominada doença de Morgellons. Muitos dermatologistas e psiquiatras, entretanto, acreditam que a doença de Morgellons é, de fato delírio parasitário, uma doença psiquiátrica. Mais especificamente, esses especialistas apontam que delírio parasitário é uma psicose monossintomática, e formigamento é uma queixa comum.

Além disso, casos de doença Morgellons muitas vezes acontecem entre casais e outros membros da família, sugerindo psicose compartilhada.

Até o momento, não temos estudos examinando os fatores de risco que contribuem para o desenvolvimento da doença de Morgellons (um termo que vou continuar a utilizar ao longo deste artigo).

Em vez disso, grande parte do nosso conhecimento é baseado em relatos de casos, séries de casos, relatos anedóticos e um número limitado de análises retrospectivas feitas por instituições de saúde, incluindo a Mayo Clinic e Kaiser Permanente. Sem dúvida, e, como é o caso de muitas outras doenças, mais pesquisa precisa ser feita sobre a doença de Morgellons.

Característica típicas de pessoas que se queixam dessa síndrome / ‘sintomas’ da doença Morgellons:

  • Meia idade
  • sintomas que duram mais de 3 anos
  • incapacidade causada por esta condição
  • doenças psiquiátricas co-mórbidas
  • uso de drogas ilícitas
  • uma crença firme de que a doença é de natureza médica

Poucas pessoas com queixas de doença de Morgellons inicialmente procuram psicólogos ou psiquiatras, e em vez disso, primeiro buscam  um dermatologista ou emergência médica.

As queixas de doença de Morgellons aumentaram logo após o uso da Internet tornar-se onipresente, então muitas pessoas têm chamado de doença transmitida pela Internet …

Uma queixa comum entre as pessoas com doença de Morgellons é que as fibras podem ser extraídas de lesões cutâneas. Em um artigo da PLoS ONE de 2012 intitulado “características clínicas, epidemiológicas, histopatológicas e moleculares de uma inexplicada Dermopatia“, pesquisadores do Kaiser Permanente analisaram 115 pessoas com queixas compatíveis com a doença de Morgellons e descobriram que, em biópsia de pele, lesões não continham parasitas ou micobactérias. Em vez disso materiais adquiridos a partir de pele geralmente eram constituídos de material parecido com algodão misturado com pus, e alterações cutâneas foram provavelmente causadas por escoriação (coçar) ou artrópodes (picadas de insetos). Estas descobertas parecem sugerir que estas fibras vêm de roupas.

Sem dúvida, as pessoas que se queixam de doença de Morgellons sofrem. Mais especificamente, a maioria das pessoas com essa condição se queixam de fadiga crônica e uma série de condições co-mórbidas, incluindo depressão e abuso de substâncias.

Nós ainda não sabemos como tratar a doença de Morgellons. Uma quantidade muito limitada de pesquisa mostrou que as pessoas com doença de Morgellons podem se beneficiar de medicação antipsicótica. No entanto, já que muitas pessoas com doença de Morgellons realmente acreditam que a etiologia é infecciosa, muitas vezes é difícil convencer estes pacientes que o tratamento psiquiátrico é uma boa ideia. Uma solução boa provavelmente envolve psiquiatras trabalhando com dermatologistas como uma equipe terapêutica para fornecer orientação e tratamento.



DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.