E se seu sutiã te ajudasse a não comer muito?

Estudos realizados em vários países comprovam que as mulheres são as principais “comedoras emocionais”, isso é, as mulheres são as que mais  tendem a comer grandes quantidades ou alimentos “pesados” quando estão ansiosas ou estressadas. Isso acontece porque alimentos ricos em açucares e gorduras amenizam temporariamente os sintomas da ansiedade, tranquilizando a pessoa (que acaba obviamente “viciando” nesse processo). Mas essa “ingestão ansiosa” faz mal à saúde e pode causar obesidade.

sindrome de alimentação noturna

Pensando nisso, estudiosos da Microsoft (sim, aquela mesma do Windows e do Xbox) resolveram criar uma peça íntima que ajudaria as mulheres com esse problema. A peça é equipada com eletrocardiograma sem fio e outros aparelhos para detecção de alterações corporais, tais como temperatura, batimento cardíaco e respiração. Assim, quando há muitas alterações nesses sinais físicos a peça íntima percebe que a usuária esta vivenciando altos níveis de estresse e/ou ansiedade. Então envia através de sinais de bluetooth uma mensagem para o celular da usuária alertando sobre seus níveis de ansiedade e o risco de alimentação emocional.

          O que eu fico imaginando é: se a moça usar o sutiã em um encontro que chega aos finalmentes o celular vai ficar apitando como um louco, não?

Claro que isso não vai realmente impedir que a moça em questão coma um sanduíche ou dezenas de bombons. Mas ao saber que está em um momento de fraqueza a pessoa pode acalmar um pouco para abaixar seus níveis de estresse e também trabalhar seu autocontrole com relação à comida naquele momento.

Aparentemente os resultados obtidos com o sutiã foram muito positivos, o maior ponto negativo encontrado foi a bateria que, por enquanto, dura apenas 4 horas. E, sejamos sinceras, por mais que as mulheres desejassem usar essa “gaiola” apenas 4 horas por dia, a realidade é beeem diferente. Mas o lado bom é que os equipamentos são facilmente retirados para lavagem e aplicação em outra peça, permitindo usar com diversos modelos de roupas.

Esse aparelho está sendo desenvolvido há dois anos, mas a empresa ainda não tem intenção de comercializa-lo mesmo que os estudiosos em questão acreditem que a tecnologia de vestir seja uma tendência no futuro. Além disso, foi feita a tentativa de desenvolver uma cueca para que homens tivessem o mesmo benefício, mas os resultados não foram efetivos, já que a vestimenta fica muito distante do coração e dos pulmões, impedindo medições cardíacas e respiratórias mais precisas.

Será essa a tecnologia do futuro? Fala-se de projetos no Japão de peças íntimas que dão choque em caso de abuso sexual, peruca inteligente e, o melhor de todos em minha opinião, um sutiã que detecta e alerta as usuárias sobre nódulos em seus seios.  E aí, qual desses você usaria?


Esse foi um post do excelente e belo blog Psicologia para curiosos.

Página no Facebook: https://www.facebook.com/psicologiaparacuriosos





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.