5 tipos de alienação segundo Karl Marx

A teoria da alienação de Karl Marx é exposta originalmente em Manuscritos Econômicos e Filosóficos de 1844, um conjunto de anotações pessoais do ainda jovem filósofo que a princípio não eram destinadas a publicação. Por isso, e por usar a linguagem de Hegel (famoso por ser um dos filósofos mais complexos que já pisaram neste planeta), a leitura pode ser difícil.

cachorro-robo

Leia também:

Alienação: Significado para Marx

Isso é um ponto que gera muitos erros em relação às obras de Marx. O significado da palavra alienação pra ele diverge do significado mais comum, pelo fato de que ele não usa a palavra vinda do latim (alienare = ‘separar de’), mas sim palavras equivalentes no idioma alemão, que podiam ser separação ou estranhamento.

Versão em vídeo:

Tipos de alienação para Marx

1 – Alienação do ser-genérico

Marx via o homem como um ser coletivo, componente do gênero humano. O indivíduo é parte orgânica de um todo supra-individual. O homem ser-genérico é a origem da projeção mística de Deus, pois a humanidade enquanto organismo tem atributos divinos, como onipresença, onisciência (intercâmbio de conhecimentos) e capacidade de obras extraordinárias.

A alienação do ser-genérico ocorre devido à existência da propriedade privada, pois esta separa os homens em classes, fragmenta o todo em grupos que lutam por monopólio de conhecimento e riqueza, ou seja, há uma competição interna no gênero humano.

LEIA: → Marx, Freud, Nietzsche e Deus

2 – Alienação do objeto

Através do trabalho o homem exterioriza parte de si (emoções, energia) e transfere ao objeto pela transformação da matéria. Com isso, o produto passa a ter parte de seu produtor, e quando outra pessoa toma posse do resultado de seu trabalho, ocorre a alienação do objeto. Nesse caso o melhor significado de alienação é separação.

3 – Alienação de si

O Objeto produzido pelo homem some em meio ao mercado, e quando volta ao seu criador não é reconhecido, ocorre um estranhamento entre o produto e o produtor. Na alienação de si o homem perde o controle sobre sua obra e torna-se escravo dela, sendo oprimido.

4 – Alienação do homem

Marx afirma que o homem torna-se um animal quando tem sua obra apropriada por outro, e também quando faz o papel do apropriador, dando origem ao conflito produtores X apropriadores. A teoria das classes sociais tem fundamento na disputa entre explorados X exploradores.

5 – Alienação do trabalho

O homem se realiza e humaniza pelo trabalho, porém por causa da alienação da sociedade o homem trabalha apenas como meio de sobreviver, torna-se uma simples peça do sistema capitalista. Aqui vale à pena ressaltar a crítica de Marx na visão de Milton Bins:

“Na sociedade alienada teme-se o trabalho como se fosse uma peste, mas isso acontece porque o trabalho é alienado, é fonte de sofrimento e não de realização humana.”


Referências:
BINS, Milton. Introdução à Sociologia geral. 3ª ed. Porto Alegre: Mundo jovem, 1985.



DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Um comentário em “5 tipos de alienação segundo Karl Marx

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.