“O método psicanalítico de Freud” (1904) | Resumo


“O método psicanalítico de Freud” é um texto de 1904 escrito em terceira pessoa pelo pai da psicanálise, o que gerou dúvidas quanto à sua autoria. Após apresentar um breve histórico sobre o uso da hipnose e do método catártico, Freud apresenta métodos e técnicas de investigação do inconsciente utilizados na terapia psicanalítica.

Recentemente a editora Autêntica publicou Obras incompletas de Sigmund Freud, com uma nova tradução de textos fundamentais do criador da psicanálise. Nesse livro, o título do texto foi traduzido como “O MÉTODO PSICANALÍTICO FREUDIANO (1904 [1905])”.

Resumo –  “O método psicanalítico de Freud” (1904)

O método catártico

A psicanálise provém do método catártico, que se baseava na ampliação da consciência que acontece na hipnose, e tinha como pressuposto que o paciente fosse hipnotizável. O objetivo era eliminar os sintomas patológicos levando o paciente de volta ao estado psíquico em que ocorreu pela primeira vez o surgimento do sintoma. A partir disso, ocorria a emergência de lembranças, impulsos e pensamentos antes excluídos da consciência; o sintoma era superado e tinha seu retorno impedido.

Freud e Breuer explicam, em Estudos sobre a Histeria (1895), que os processos psíquicos suprimidos no inconsciente têm seu lugar tomado pelo sintoma, ocorrendo uma “conversão” (transformação). A eficácia desse método catártico como processo terapêutico se deve à descarga do afeto “estrangulado”, preso às ações anímicas suprimidas. Porém, em quase todos os casos, havia na origem do sintoma uma série de impressões “traumáticas”, o que complicava esse tipo de intervenção.

Associação livre, recalque e resistência

O método catártico renuncia à sugestão, e Freud abandona a hipnose – que não funcionava em muitos neuróticos -, substituindo-a pelas associações dos enfermos e seus pensamentos involuntários. Freud induz os pacientes a dizerem tudo o que passa por suas cabeças, incluindo os pensamentos perturbadores. Na tentativa de preenchimento das lacunas da memória as ideias são repelidas, até o momento da real instalação da lembrança, quando a pessoa sente um mal-estar. A partir disso, Freud conclui que há o processo de recalcamento, que resulta nas amnésias e identifica a motivação no sentido de desprazer. O recalcamento se origina de forças psíquicas que estariam na resistência, processo que se opõe à restauração das lembranças.

A importância das ideias sem intenção para a técnica psicanalítica está na relação que elas possuem com o material psíquico recalcado. Por meio das associações é possível, mesmo sem a hipnose, tornar consciente o que antes era inconsciente. Esta é sem dúvida uma das principais técnicas usadas na psicanálise.

Qual o método utilizado na terapia psicanalítica de Freud?

A arte de interpretação desenvolvida por Freud tem como objetos as ideias que ocorrem ao doente, os sonhos (a via de acesso mais direta ao inconsciente), as ações não intencionais e não planejadas (atos sintomáticos), e os erros cometidos no cotidiano (equívocos na ação, lapsos da fala, etc.).

O objetivo do método psicanalítico freudiano é a eliminação das amnésias, preenchendo as lacunas da memória e esclarecendo os efeitos enigmáticos da psique, desse modo impossibilitando a continuação e a reprodução da doença. É característica do método psicanalítico buscar desfazer os recalcamentos e, por meio da superação das resistências, tornar acessível à consciência o conteúdo inconsciente.

Os casos mais favoráveis para a aplicabilidade da psicanálise por meio dos métodos cínicos utilizados por Freud são todos os tipos de ação, pensamento e neurose obsessiva, casos de histeria em que abulias e fobias tem papel central, e todos os casos de somatizações histéricas.

Para uma pessoa ser submetida à psicanálise com proveito, são requisitos a capacidade de um estado psíquico normal, certo grau de desenvolvimento ético e de inteligência natural. As acentuadas malformações de caráter, traços de uma constituição degenerada, apresentam no tratamento uma resistência difícil de ser superada.

O período requerido para um tratamento eficaz com o método psicanalítico de Freud é de seis meses a três anos, no entanto, a duração do tratamento pode ser mais curta em casos de doença mais branda, obtendo-se extraordinários resultados em relação à prevenção para o futuro.


Quer assistir vídeos de Psicanálise no Youtube? Inscreva-se no nosso canal 😉


Quer ler o site sem anúncios + conteúdo exclusivo?
☆ Assine o Psicoativo Premium





Um comentário em ““O método psicanalítico de Freud” (1904) | Resumo

  • 12/09/2018 em 16:04
    Permalink

    Textos interessantíssimos.
    Quero ler todos!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.