O estranho efeito do preço do remédio sobre a doença $$$

Você acha que o mesmo remédio pode ter efeitos diferentes por causa do seu preço? E se esse remédio for só “água com sal”?


Pacientes com doença de Parkinson foram informados que estavam testando dois novos medicamentos, um custando US $ 100 e o outro US $ 1500 por dose (ambos eram apenas soluções salinas). O remédio mais caro  teve quase tanto efeito quanto a levodopa, o medicamento mais eficaz conhecido para o Parkinson.

Por que o remédio mais caro funciona melhor que o remédio mais barato?

Talvez as expectativas maiores em relação ao remédio mais caro tenham levado os sujeitos a produzirem mais dopamina. Os níveis do neurotransmissor dopamina normalmente aumentam em antecipação ao prazer ou alívio.

O estudo fornece evidências de que a percepção de custo é capaz de influenciar a função motora e a ativação cerebral na doença de Parkinson.


trabalho foi publicado na revista Neurology.

Via Well e Mindblog.

 

 


Quer ler o site sem anúncios + conteúdo exclusivo?
☆ Assine o Psicoativo Premium





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.