Doxiciclina para tratar a doença de Parkinson?

Doxiciclina tem sido usado para tratar a infecção bacteriana por mais de 50 anos. Novas descobertas indicam que este antibiótico pode ter uma nova aplicação: tratar a doença de Parkinson.


Esta doença é causada pela acumulação anormal e a toxicidade da proteína alfa-sinucleína. Em cultura de células, os cientistas observaram que a formação de agregados de alfa-sinucleína é reduzida em 80% na presença de doxiciclina. Modelos de ratos com doença de Parkinson alimentados com a dieta com adição de doxiciclina melhoraram seus sintomas. Testes em humanos com doses baixas de doxiciclina estão começando agora.


Referências:

Florencia González-Lizárraga, Sergio B. Socías, César L. Ávila, Clarisa M. Torres-Bugeau, Leandro R. S. Barbosa, Andres Binolfi, Julia E. Sepúlveda-Díaz, Elaine Del-Bel, Claudio O. Fernandez, Dulce Papy-Garcia, Rosangela Itri, Rita Raisman-Vozari, Rosana N. Chehín. Repurposing doxycycline for synucleinopathies: remodelling of ?-synuclein oligomers towards non-toxic parallel beta-sheet structured species. Scientific Reports, 2017; 7: 41755 DOI: 10.1038/srep41755


Quer ler o site sem anúncios + conteúdo exclusivo?
☆ Assine o Psicoativo Premium





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.