Como crianças aprendem gêneros: Teoria Cognitiva Social de Albert Bandura

A Teoria cognitiva social de Albert Bandura enfatiza que meninos e meninas aprendem sobre os papéis de gênero observando os outros e imitando-os (Bussey & Bandura, 1999).


festa-fantasia-social-estranho

Os papéis de gênero são promovidos através de recompensas e punições que experimentam para o comportamento de gênero adequado e de gênero inapropriado. Estas recompensas podem ser frases simples, como “Esse vestido parece muito com você, Juliana!” Ou “João, você foi muito agressivo no jogo!”

As crianças também aprendem o que é apropriado, observando as ações de outras pessoas. Elas observam seus pais, seus irmãos ou seus pares para ver o que é apropriado para seu sexo. Esta teoria é relevante para o desenvolvimento do adolescente saudável, pois ajuda as crianças a descobrir a forma como a sociedade quer que elas ajam. Sem reforço de gênero, as crianças podem ficar muito longe das normas sociais. Como resultado, podem ser condenadas ao ostracismo e, possivelmente, intimidadas por ser diferentes.


Quer ler o site sem anúncios + conteúdo exclusivo?
☆ Assine o Psicoativo Premium


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.