Jim Carrey e a depressão

Jim Carrey teve depressão e tomou Prozac por muito tempo

Jim Carrey depressivo

“Eu acho que o Prozac e coisas desse tipo são muito valiosas para as pessoas por curtos períodos de tempo. Mas eu acredito que se você usá-los por um longo período de tempo, você nunca consegue resolver o problema.”


A depressão é uma condição que pode afetar qualquer pessoa – independentemente da situação socioeconômica, inteligência ou talento; não discrimina. No início da carreira de Jim, ninguém poderia imaginar que ele tinha sido severamente deprimido durante muitos anos de sua vida. Foi só em 2009 que Carrey, já extremamente bem sucedido, decidiu que ele não tinha nada a perder por falar publicamente sobre sua batalha com depressão.

Aparentemente, entre 2008 e 2012, estressores na vida de Carrey exacerbaram sua depressão.

Hoje em dia, Carrey evita qualquer tipo de drogas, até mesmo café e cigarros.

De acordo com Kaplan & Sadock’s, embora as definições são um tanto transtorno depressivo sejam “arbitrárias”, representam um conjunto geral de critérios de diagnóstico sobre a gravidade e duração mínima. Embora comprovada por cargas de pesquisa e apoiada por quantidades iguais de discussão, como nós definimos a depressão ainda é um pouco subjetivo.

A OMS estima que 350 milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão, e é a principal causa de incapacidade em todo o mundo.  Mais mulheres sofrem de depressão do que os homens. Felizmente, existem medicamentos psiquiátricos e psicoterapia que podem ajudar com os sintomas depressivos.


Quer ler o site sem anúncios + conteúdo exclusivo?
☆ Assine o Psicoativo Premium





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.