A vantagem de ter excesso de confiança e ser auto-iludido

94% dos professores universitários pensam que seu trabalho está acima da média – o que é estatisticamente impossível!

supermulher


Excesso de confiança e auto-ilusão podem levar à um maior status social, diz pesquisa.

Isso pode ajudar a explicar por que muitos líderes parecem tão confiantes. Claro que existem desvantagens para o excesso de confiança, mas que talvez possam ser compensadas pelas vantagens.

Dr. Cameron Anderson, o primeiro autor do estudo, disse:

“Nossos estudos descobriram que o excesso de confiança ajudou as pessoas a atingir o status social. Pessoas que acreditavam que eram melhores do que outras, mesmo quando não eram, atingiram um lugar mais alto na escala social. E o motivo para atingir um status mais elevado é excesso de confiança social que assim é estimulado.”

Os resultados também podem explicar por que incompetentes no trabalho são muitas vezes promovidos mesmo com os seus pares sendo mais competentes.

Dr. Anderson disse:

“Nas organizações, as pessoas são muito facilmente influenciadas pela confiança dos outros, mesmo quando essa confiança é injustificada. A aparente confiança ganha uma quantidade excessiva de peso”.

Através de uma série de seis experimentos, os pesquisadores testaram vários aspectos de sua teoria. Eles descobriram que os indivíduos excessivamente confiantes, de fato, conseguem ganhar o mais alto status social apenas por serem excessivamente confiantes. No entanto, o seu excesso de confiança não foi percebido como tal pelos outros membros do grupo.

Será que rola um efeito Dunning-Kruger aí?

 

Dr. Anderson disse:

Este excesso de confiança não parece narcisista. As pessoas mais confiantes foram consideradas os mais amadas”.

Uma outra experiência revelou que os indivíduos que tendem a ser confiantes:

  • Falam mais vezes.
  • Usam um tom de voz confiante.
  • Dão mais informações e respostas.
  • Agem relaxados e calmos.

Dr. Anderson disse:

“Estes grandes participantes não eram antipáticos, eles não diziam, ‘Eu sou realmente bom nisso.” Em vez disso, o seu comportamento foi muito mais sutil. Eles simplesmente participaram mais e exibiram mais conforto com a tarefa – mesmo não sendo mais competentes do que qualquer outra pessoa “.

Os dois últimos estudos revelaram que o desejo pelo status realmente causou nas pessoas o efeito de serem mais confiantes.

Os autores do estudo concluem:

“Uma dos mais questões básicas para os alunos dos grupos sociais humanos, organizações e sociedades, é a questão de como selecionar indivíduos para cargos de status. Embora possamos procurar escolher sabiamente,  muitas vezes somos forçados a confiar em atalhos para visualizar a capacidade, tal como a confiança dos indivíduos. Ao fazê-lo, nós, como uma sociedade, criamos incentivos para aqueles que procuram status exibirem mais confiança do que os seus méritos e capacidade real justificariam”.

Em outras palavras: estamos apenas selecionando o excesso de confiança para nos governar e ignorando aqueles que realmente podem fazer um trabalho muito melhor?


O estudo foi publicado no Journal of Personality and Social Psychology (Anderson et al., 2012 ).

Imagem Superwoman do Shutterstock

Via Psyblog


Quer ler o site sem anúncios + conteúdo exclusivo?
☆ Assine o Psicoativo Premium





Um comentário em “A vantagem de ter excesso de confiança e ser auto-iludido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.