Estudo revela que o tédio pode levar ao extremismo político

Nova pesquisa publicada no European Journal of Social Psychology encontrou uma ligação entre o tédio e o extremismo político.

extremismo político tedio


“Tédio coloca as pessoas no limite: Faz com que elas procurem compromissos que são um desafio, emocionantes, e que oferecem um senso de propósito. Ideologias políticas podem auxiliar nessa busca existencial“, escreveram Wijnand AP Van Tilburg do King College London e Eric Igou da Universidade de Limerick em seu estudo.

Os pesquisadores no estudo anterior descobriram que as atividades chatas podem desencadear uma sensação de falta de sentido nas pessoas, juntamente com um desejo correspondente de “voltar a injetar significado em suas vidas.”

“Tédio motiva as pessoas a alterar a sua situação e promove o engajamento em atividades que parecem mais significativas do que estão atualmente em mãos,” Van Tilburg e Igou explicaram em seu novo estudo. A pesquisa sugere que a adoção de uma ideologia política mais extrema é uma maneira que as pessoas tem de voltar a injetar significado em uma situação chata.

As conclusões do estudo foram baseadas em um experimento e duas pesquisas científicas.

Em sua experiência inicial, van Tilburg e Igou recrutaram 97 pessoas a partir de um campus universitários na Irlanda. Os participantes indicaram primeiro sua orientação política (se eles se consideravam liberais ou conservadores) antes de serem distribuídos aleatoriamente para completar uma tarefa muito chata ou uma tarefa menos enfadonha.

Depois de concluir as tarefas chatas, os pesquisadores pediram aos participantes para descrever sua orientação política mais uma vez. No entanto, desta vez os participantes indicaram a sua orientação política numa escala de 7 pontos.

Os pesquisadores descobriram que os liberais no grupo de baixo tédio eram mais moderados em sua auto-identificação política, em comparação com os liberais no grupo de alto tédio. (Este efeito não foi encontrado para os conservadores. Mas isso poderia ser porque o experimento tinha muito poucos participantes conservadores, e foi, portanto, estatisticamente fraco).

Para expandir a estas conclusões, Van Tilburg e Igou realizaram uma pesquisa com 859 pessoas que vivem na Irlanda. A pesquisa constatou que as pessoas que são facilmente entediadas tendem a apoiar visões políticas mais extremas. Outra pesquisa com 300 Irlandeses descobriu que ser propenso ao tédio foi associado com a busca do sentido da vida, o que por sua vez foi associado com o extremismo político.

“Esses estudos mostram que as opiniões políticas são, em parte, com base em tédio e na necessidade de combater estas experiências negativas existenciais com ideologias que parecem dar sentido na vida“, Igou explicou em um comunicado de imprensa da universidade.

Assim, podemos simplesmente culpar o tédio pelo extremismo político? Não é bem assim. Embora o tédio pareça desempenhar um papel no clima político, não está claro o quão grande é esse papel que ele desempenha.

“Orientações políticas, ou o clima político em geral, é, naturalmente, um fenômeno complexo influenciado por muitas variáveis,” van Tilburg disse ao PsyPost em um email. “Nossa pesquisa testou e que o tédio é uma delas, mas não testamos totalmente o quão grande o seu papel é”.

“O mais importante, pode muito bem ser que a importância de tédio no contexto do clima político varia entre contextos. Por exemplo, quando há outros fatores muito fortes em jogo, em seguida, a influência de tédio pode ser ofuscada, e vice-versa “.

“Para ganhar mais conhecimento sobre a magnitude do papel de tédio pode-se testar, por exemplo, como os eleitores se comportam em uma eleição e ver como isso se correlaciona com as diferenças individuais no tédio”, Van Tilburg disse ao PsyPost. “No momento, não temos esses dados, mas este é, obviamente, um sentido futuro interessante para pesquisadores que estudam o tédio e / ou comportamento de voto.


Fonte: Psypost


Quer ler o site sem anúncios + conteúdo exclusivo?
☆ Assine o Psicoativo Premium





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.