Gás do riso para tratar depressão?

Um novo estudo descobriu que uma droga que faz as pessoas rirem também pode reduzir a depressão

gas-do-riso-para-depressaoUm estudo piloto verificou que o óxido nitroso, ou “gás hilariante“, pode ser uma opção terapêutica potencial para tratar depressão severa resistente ao tratamento.


Pesquisadores da Faculdade de Medicina de St. Louis acreditam que seu estudo é o primeiro em que aos pacientes com depressão foi dado gás hilariante.

Em um grupo de 20 pacientes que tiveram depressão clínica resistente ao tratamento, os pesquisadores descobriram que dois terços experimentaram uma melhora nos sintomas após receber o óxido nitroso.

Em comparação, um terço dos mesmos pacientes relataram sintomas melhorados após tratamento com um placebo. Os pacientes foram avaliados no dia do dia e depois de cada tratamento.

Os resultados foram apresentados na reunião anual do American College of Neuropsychopharmacology e foram publicados online na revista Biological Psychiatry.

Embora os pesquisadores tenham avaliado os efeitos do tratamento apenas duas vezes ao longo de um período de 24 horas, eles se empolgaram com os resultados.

“Nossos resultados precisam ser replicados, mas nós pensamos que este é um bom ponto de partida, e nós acreditamos que o tratamento com óxido nitroso, eventualmente, poderia ajudar muitas pessoas com depressão“, disse o investigador principal Peter Nagele, professor assistente de anestesiologia.

Os especialistas observam que até um terço dos pacientes com depressão clínica não respondem aos tratamentos existentes. Os resultados pobres apontam para a necessidade de desenvolver terapias mais eficazes.

Gás hilariante é atraente porque seus efeitos colaterais são limitados – os mais comuns são náuseas e vómitos – e sua relativa segurança, uma vez que deixa o corpo muito rapidamente depois que as pessoas param de respirar o gás.

É por isso que os pesquisadores acreditam que a melhora dos sintomas posterior é real e não um efeito colateral do óxido nitroso (as melhorias duraram pelo menos uma semana em alguns pacientes).

Processo de experimentação

Como parte do estudo, os pacientes receberam dois tratamentos, mas nem os participantes nem os pesquisadores sabiam a ordem em que foram dados os tratamentos.

  • Em uma sessão, os pacientes receberam uma mistura de gases que era metade oxigênio e metade óxido nitroso – os mesmos que os dentistas misturam para dar aos pacientes submetidos a procedimentos odontológicos.
  • Em uma segunda sessão, os pacientes receberam uma mistura placebo de oxigênio e nitrogênio, os dois principais gases no ar que respiramos.

Duas horas depois de cada tratamento, e novamente no dia seguinte, os sujeitos do estudo foram inquiridos sobre a gravidade dos seus sintomas, tais como tristeza, sentimentos de culpa, ideias suicidas, ansiedade e insônia.

Resultados

Um dia após o tratamento com óxido nitroso, sete pacientes relataram melhora moderada em seus sintomas, enquanto outros sete relataram uma melhora significativa.

Três pacientes relataram que seus sintomas haviam desaparecido quase completamente. Nenhum dos pacientes disseram que seus sintomas pioraram após o tratamento com óxido nitroso.

Enquanto isso, depois de receber o placebo, um paciente relatou sintomas piores no dia seguinte, cinco relataram melhorias moderadas, e dois relataram que se sentiam significativamente melhor.

“Quando eles receberam o óxido nitroso, muitos dos pacientes relataram uma melhora rápida e significativa”, disse o co-investigador Charles R. Conway, professor associado de psiquiatria.

“Embora alguns pacientes também tenham relatado sentir melhores depois de respirar o gás placebo, ficou claro que o padrão global observado foi que o óxido nitroso melhora depressão mais que placebo.”

“A maioria dos pacientes que melhoraram relataram que se sentiam melhor apenas duas horas após o tratamento com óxido nitroso.

O uso atual de antidepressivos padrão – como o Prozac, Zoloft, Lexapro, e outros inibidores seletivos da recaptação da serotonina (SSRIs) – requer que os pacientes e seus médicos esperem por vários dias ou semanas antes de saber se os tratamentos estão funcionando.

Da mesma forma, os efeitos dos tratamentos, tais como terapia comportamental cognitiva também muitas vezes não são óbvias por semanas.

“Se os nossos resultados podem ser replicados, como uma droga de ação rápida, isso pode ser particularmente útil em pacientes com depressão grave que possam estar em risco de suicídio e que precisam de ajuda imediatamente”, disse o co-investigador Charles F. Zorumski.

“Ou talvez a droga possa ser usada para aliviar temporariamente os sintomas até que os tratamentos convencionais comecem a funcionar.”

Os pesquisadores disseram que são necessários mais estudos para saber se o óxido nitroso tem os mesmos benefícios em outros pacientes com depressão. Eles também planejam testar várias concentrações de gás do riso para ver como cada uma influencia os sintomas da depressão.

“É surpreendente que ninguém nunca pensou em usar uma droga que faz as pessoas rirem como um tratamento para os pacientes cujo principal sintoma é estar muito tristes”, disse Nagele.

Fonte: Escola de Medicina da Universidade de Washington
Por Rick Nauert PhD


Quer ler o site sem anúncios + conteúdo exclusivo?
☆ Assine o Psicoativo Premium





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.