Como melhorar drasticamente sua Motivação para fazer exercícios físicos

A frequência às aulas de ginástica foi 90% maior no grupo que utilizou esse tipo de motivação.

A concorrência é um dos melhores motivadores, conclui um novo estudo. Ela funciona muito melhor do que o apoio amigável, que poderia realmente ser contraproducente e reduzir a  motivação, descobriram os pesquisadores.

Sobre o estudo

A pesquisa envolveu estudantes universitários sendo encorajados a frequentar aulas de ginástica na Universidade. O programa foi gerenciado através de uma rede social baseada na Internet. Os pesquisadores testaram os efeitos de quatro tipos diferentes de interações de redes sociais, algumas envolvendo competição, outras não. Os resultados mostraram que quando a competição estava envolvida, as taxas de frequência nas aulas de ginástica foram 90% maiores.

O Dr. Damon Centola, um dos autores do estudo, disse:

“A maioria das pessoas pensa que quando se trata de mídia social, mais é melhor. Este estudo mostra que não é verdade: quando as mídias sociais são usadas de forma errada, adicionar suporte social a um programa de saúde online pode ser contraproducente e tornar as pessoas menos propensas a escolher comportamentos saudáveis. No entanto, quando feito corretamente, descobrimos que a mídia social pode aumentar a aptidão das pessoas dramaticamente. “

Seja individual ou em grupos – a concorrência surgiu como ponto crítico da motivação.

O Dr. Jingwen Zhang, o principal autor do estudo, disse:

“Enquadrar a interação social como uma competição pode criar normas sociais positivas para o exercício. O apoio social pode tornar as pessoas mais dependentes do recebimento de mensagens, o que pode mudar o foco do programa. “

Dr. Centola especulou sobre por que o apoio social pode não ter funcionado:

“Grupos de apoio podem ser contraproducentes porque chamam a atenção para membros que são menos ativos, o que pode criar uma espiral descendente de participação. Os grupos competitivos enquadram as relações em termos de estabelecimento de metas pelos membros mais ativos. Esses relacionamentos ajudam a motivar o exercício porque eles dão às pessoas maiores expectativas para seus próprios níveis de desempenho “.

Em comparação, a concorrência manteve as pessoas buscando mais:

“Em um ambiente competitivo, a atividade de cada pessoa “levanta a barra” para todos os outros. A sustentação social é o oposto: um “puxão para baixo” pode acontecer. Se as pessoas deixam de se exercitar, dão permissão para que outras pessoas parem também, e tudo isso pode se desvendar rapidamente “.


O estudo foi publicado na revista Preventive Medicine Reports ( Zhang et al., 2016 ).

Via Psyblog.



DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.