Os efeitos químicos do álcool no cérebro de pessoas com depressão

Efeitos químicos do álcool no cérebro de uma pessoa com depressão

cerebro alcool - bebida alcoolica

O álcool é um depressor, e que provoca alterações químicas que deprimem a parte do cérebro associada com a inibição. É por isso que você pode se sentir relaxado e alegre depois de uma ou duas bebidas: Sua auto-consciência e percepção são reduzidas.

Enquanto um par de bebidas aqui e ali pode ser tranquilo, a ingestão regular interfere fortemente com neurotransmissores no cérebro e interrompe a transmissão do sinal de um nervo para outro. O consumo regular também reduz os níveis de serotonina no cérebro, que é o produto químico que ajuda a regular o humor. Assim, beber muito álcool reduz a serotonina, e baixos níveis de serotonina causam depressão. Álcool e depressão podem criar um efeito bola de neve. Alcoólatras com depressão reduzem ainda mais os níveis de serotonina, que só intensifica os sintomas da depressão, e o ciclo se torna cada vez mais difícil de escapar à medida que progride.

Sinais de alerta dos efeitos do álcool sobre o cérebro e Depressão

De acordo com Drinkaware, há quatro sinais que indicam que o uso de álcool está afetando seu humor e sua mente:

  1. Problemas de sono ou sono de má qualidade
  2. Energia anormalmente baixa ou cansaço
  3. Humor pobre – pior do que o seu humor depressivo típico
  4. Ansiedade durante situações em que você costuma se sentir confortável

Medidas alternativas de enfrentamento para Uso de álcool

Algumas maneiras de lidar com o estresse e maus dias sem recorrer ao álcool são: se exercitar, relaxar, conversar com um amigo, e estar ciente de por que você está bebendo.

Torne-se consciente de por que você bebe usando o seguinte mecanismo para analisar suas necessidades básicas: pergunte-se se você está com fome, irritado, solitário, ou cansado, e se você responder “sim” a qualquer uma destas perguntas, atenda a essas necessidades. Cada método de enfrentamento oferece benefícios diferentes, e você quem deve escolher o melhor ou criar o seu próprio.

O álcool não se mistura com o cérebro deprimido

Pessoas sofrendo de depressão precisam de muitas coisas durante um dia ruim, seja atividade física, tempo com os amigos, chorar, ou autoindulgência. Mas de todas as necessidades, a ciência diz que o álcool não é uma delas, porque os efeitos químicos de álcool no cérebro deprimido são prejudiciais e podem piorar tudo.


Referências:

Alcohol and Mental Health. (2016). Drinkaware. Retrieved June 6, 2016, from https://www.drinkaware.co.uk/alcohol-facts/health-effects-of-alcohol/mental-health/alcohol-and-mental-health/

Via Healthy Place




DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Um comentário em “Os efeitos químicos do álcool no cérebro de pessoas com depressão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.