Você é confiável? Como resolveria o absurdo Dilema do trem?

Sua popularidade revelada pela resposta a um dilema moral clássico: o Dilema do trem

dilema do trem

Você mataria uma pessoa inocente para salvar outras cinco?

Essa é a questão moral ‘impossível’ que pode ajudar os outros a julgarem o quanto confiar em você.

A maioria das pessoas escolhe salvar uma vida inocente em vez de um grupo, diz nova pesquisa. A escolha de salvar uma vida inocente em geral faz as pessoas parecerem mais confiáveis.

Esse é um dilema moral comum que os psicólogos chamam de “problema do trem’ ou ‘dilema do bonde’:

“Um trem fora de controle está acelerando em direção a um grupo de cinco pessoas. Você está em pé sobre uma passarela ao lado de um homem gordo. Se você empurrá-lo para os trilhos, isto irá parar o trem. Ele vai morrer, mas os outros cinco serão salvos. O que você faz?”

Os resultados mostraram que a escolha de não para empurrar o homem gordo nos trilhos cria a impressão de ser mais confiante para os outros. Aqueles que escolheram empurrar o homem para fora da ponte em direção aos trilhos, mas só depois de achar a decisão difícil, foram considerados mais confiáveis do que aqueles que acharam a decisão fácil.

O Sr. Jim AC Everett, um dos autores do estudo, disse:

Os psicólogos argumentaram que intuições deontológicas surgem a partir de respostas emocionais ‘irracionais’ , mas o nosso trabalho sugere outra explicação: popularidade. Se as pessoas que aderem a morais absolutas são preferidas como os parceiras sociais, então expressando essa visão vão colher benefícios para si mesmas. Com o tempo, isso pode favorecer um tipo de pensamento moral sobre o outro na população geral. E isso faz sentido – nós estremecemos com o pensamento de um amigo ou parceiro fazer uma análise de custo / benefício se você deve ser sacrificado para o bem maior. Em vez de refletir o pensamento emocional errôneo, fazer julgamentos morais baseados em regras pode ser uma característica adaptativa das nossas mentes. “

Dr. Molly Crockett, um dos co-autores do estudo, explicou a premissa do estudo:

“… Nós usamos diversas variações de dilemas morais em que uma pessoa tem de decidir se quer ou não sacrificar uma pessoa inocente, a fim de salvar a vida de muitas outras. Em seguida, perguntamos se as pessoas que tomaram decisões tanto baseadas em regras como em juízos morais por custo / benefício  foram preferidas como parceiros sociais. Por 9 experimentos, com mais de 2.400 participantes, descobrimos que pessoas que tomaram uma abordagem absoluta para os dilemas (recusando-se a matar uma pessoa inocente, mesmo quando isso maximizava o bem maior) foram vistas como mais confiáveis do que aquelas que defendiam uma abordagem consequencialista mais flexível.Quando solicitado a confiar a outra pessoa uma soma de dinheiro, os participantes entregaram mais dinheiro, e ficaram mais confiantes de consegui-lo de volta, quando se tratava de alguém que se recusou a sacrificar um para salvar muitos, em relação com alguém que escolheu maximizar o número global de vidas salvas. “

O estudo foi publicado no  Journal of Experimental Psychology: General (Everett et al, 2016. ).

Fonte: Psyblog



DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Um comentário em “Você é confiável? Como resolveria o absurdo Dilema do trem?

  • 27/04/2016 em 14:01
    Permalink

    …na real. Morre as 5 mulas que estão nos trilhos.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.