O que é punição negativa? Definição e exemplos

exemplo de punição negativa
Exemplo de punição negativa

O que é punição negativa na Psicologia comportamental?

 

Punição negativa é um conceito importante na teoria de condicionamento operante de BF Skinner. Na psicologia comportamental, o objetivo da punição é diminuir o comportamento que a precede. No caso de punição negativa, envolve tirar algo de bom ou desejável para reduzir a ocorrência de um comportamento particular.

Uma das maneiras mais fáceis de se lembrar este conceito é notar que, em termos comportamentais, médias positivas adicionam algo ao meio e negativas tiram algo. Então a punição negativa tira algo para diminuir a ocorência de um comportamento.

Por esta razão, a punição negativa é muitas vezes referida como punição pela remoção.

Exemplos de punição negativa

  1. Depois de entrar em uma briga com sua irmã sobre quem consegue brincar com um brinquedo novo, a mãe simplesmente leva o brinquedo embora
  2. Uma adolescente fica fora por uma hora a mais que o horário limite de chegar em casa, e fica de castigo por uma semana
  3. Um menino da 3ª série grita com outro aluno durante a aula, então seu professor tira símbolos de “bom comportamento” que podem ser trocados por prêmios.

 

Você pode identificar os exemplos de punição negativa?

Perder o acesso a um brinquedo, ser entocada e perder fichas de recompensa são todos exemplos de punição negativa. Em cada caso, algo de bom está sendo tomado como resultado de um comportamento indesejável do indivíduo.

Os efeitos da punição negativa

Enquanto punição negativa pode ser altamente eficaz, Skinner e outros investigadores têm sugerido que um número de diferentes fatores podem influenciar o seu sucesso.

Punição negativa é mais eficaz quando:

  • Ele segue imediatamente uma resposta
  • Ela é aplicada de forma consistente

Veja este exemplo: uma adolescente tem uma carteira de motorista, mas ela não tem permissão para dirigir em rodovias. No entanto, ela dirige em rodovias, várias vezes por semana, sem enfrentar quaisquer consequências. Uma noite, enquanto ela está indo à uma cidade vizinha com um amigo, ela é multada.

Como resultado, ela recebe um aviso informando-a de que os privilégios de sua carteira de motorista foram revogados por 30 dias. Uma vez que ela recupere a sua licença, ela volta a dirigir em rodovias, embora ela ainda tenha mais de seis meses antes de estar legalmente autorizada a conduzir nesses determinados lugares restritos.

Como você deve ter adivinhado, perder sua licença para dirigir é a punição negativa neste exemplo. Então por que ela continua a se engajar no comportamento mesmo levando a punição? Porque a punição foi inconsistentemente aplicada (ela dirigiu em rodovias muitas vezes sem receber punição) e porque a punição não foi aplicada imediatamente (seus privilégios de condução não foram revogados até uma semana depois de ter sido capturada), a punição negativa não foi eficaz na cercear seu comportamento.

Outro grande problema com a punição é que, embora possa reduzir o comportamento indesejado, ele não fornece qualquer informação ou instrução sobre as reações mais adequadas. BF Skinner também observou que uma vez que a punição seja retirada, o comportamento muito provavelmente volta.

O que é punição positiva na Psicologia + exemplos

Referências:

Hockenbury, D., & Hockenbury, S. E. (2007). Discovering Psychology. New York, NY: Worth Publishers.

Skinner, B. F. (1974). About Behaviorism. New York: Knopf.

Por Kendra Cherry




DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.