Nietzsche: Como ser um Super Homem (Übermensch)

Nietzsche: A morte de Deus, o nascimento do Superhomem para enfrentar o niilismo e polêmica com os nazistas

Por

Nietzsche Superhomem Ubermensch

A palavra Übermensch

O conceito de Übermensch é um dos mais conhecidos, mas menos compreendidos termos de Nietzsche. A palavra alemã é difícil de traduzir. Uma tradução comum, “Superman” / Superhomem tem a desvantagem de ser associada ao um personagem de desenho animado vindo de Krypton e protetor da Terra com os poderes de um Deus.

A cunhagem de Walter Kaufman, “Overman” evita isso, mas não chega a transmitir o que se pretende. A tradução literal seria algo como: Ser humano superior e transcendente. Nietzsche parece pretender com o termo Übermensch denotar um tipo de ser humano que é muito superior e transcende os limites da humanidade como a conhecemos até agora.

O ensinamento de Zaratustra

A ideia do Übermensch é central para o trabalho oracular de Nietzsche em Assim Falou Zaratustra, publicado em seções entre 1883 e 1885. No início do livro, Zaratustra, um profeta ambulante, que é o porta-voz para a filosofia de Nietzsche, deixa o seu refúgio na montanha onde ele peregrinou por muitos anos e desce em uma cidade.

Lá ele fala a uma multidão, dizendo:

Eu ensino-lhes o Übermensch . O homem é algo que deve ser superado. O que você fez para vencê-lo? … O Übermensch é o sentido da terra.

Isto realmente não nos diz muito sobre o que o Superhomem de Nietzsche significa realmente. E, de fato, a ideia é deixada um pouco vaga por toda parte. Zaratustra diz que o Übermensch vai ver-nos, isto é, a presente humanidade da forma como vemos os macacos, como algo digno de riso e vergonha. Mas isso ainda deixa um pouco vago o que faria alguém se tornar um Superman / Übermensch.

Análise do conceito

A partir de outras passagens em Zaratustra , e pelo que sabemos da filosofia de Nietzsche, em geral, podemos dizer o seguinte:

  • Com a “morte de Deus”, a humanidade enfrenta o perigo do “niilismo”, que é o termo de Nietzsche para o sentido de que nada mais tem valor. Religião não será mais capaz de dar às pessoas um propósito na vida, por isso temos de criar os nossos próprios novos propósitos. Zaratustra propõe Übermensch como uma meta para a humanidade visar.
  • O Übermensch experimenta a vida com maior intensidade e profundidade do que a humanidade comum
  • O Übermensch cria seus próprios valores, ao invés de apenas aceitar os ensinamentos morais dos outros.
  • O Übermensch “vive perigosamente” no sentido de que ele valoriza coisas como novidade, criatividade, rigor intelectual, honestidade consigo mesmo, e intensidade da experiência, ao invés de mero conforto; ele procura alegria, não contentamento.
  • O oposto do Übermensch é o “último homem”, termo de Nietzsche para o tipo de pessoa que não deseja nada além do conforto e satisfação.
  • O modelo para o  Übermensch é o herói aristocrático, o tipo de indivíduo com grande alma representados por figuras da mitologia grega. Mas a grandeza do Übermensch é espiritual; se ele é um guerreiro, é no reino do conhecimento, ideias, e as artes.
  • O Übermensch ama a vida e o mundo para o último grau: ele quer o eterno retorno de todas as coisas, incluindo a sua própria vida, e até mesmo a vida daqueles que ele despreza. Isto é, independentemente de a doutrina do eterno retorno ser realmente verdade, ele deseja que ela seja verdadeira.

O conceito nazista do Übermensch

Os nazistas de Hitler adotaram Nietzsche como o filósofo do nacional-socialismo. Nisso eles foram auxiliados e instigados pela irmã de Nietzshe que tinha o controle de sua propriedade literária. Eles ocuparam o termo Übermensch e usaram para designar a raça germânica superior que tinha o direito de dominar as raças inferiores. Mas isso é uma distorção grosseira de ideal de Nietzsche. Em geral, Nietzsche coloca um enorme valor na individualidade, e seu Übermensch é o epítome de um indivíduo livre. O fascismo, ao contrário, vê o indivíduo como tendo valor, principalmente, e talvez unicamente, como um servo do estado. Em geral, os pontos de vista de Nietzsche eram, na maior parte totalmente em desacordo com os dos nazistas. Em seus últimos escritos, ele expressa desprezo por tanto anti-semitismo do nacionalismo alemão.

Quão importante é o Übermensch na filosofia de Nietzsche como um todo?

A ideia do “SuperHomem” Übermensch está intimamente associada com Nietzsche, e muitas vezes é considerada estando no centro de seu pensamento, juntamente com conceitos como o eterno retorno e a vontade de potência . Na verdade, porém, ele só aparece em um livro: Zaratustra . Dificilmente é mencionado em algum dos seus outros escritos publicados, e só ocorre ocasionalmente nas notas que foram finalmente publicadas por sua irmã como A Vontade de Poder.

Por que ele parece abandonar a ideia do seu Superhomem depois de Zaratustra? Uma explicação plausível é que a ideia de uma espécie de ser humano que é tão distante de nós como nós somos do macaco não pode realmente inspirar-nos, uma vez que realmente não pode ser imaginada. Consequentemente, nas obras que vêm depois de Zaratustra, Nietzsche se concentra em descrever o indivíduo de alma grande, o tipo de pessoa que é “nobre”.

Os que se aproximam de um Übermensch são criadores de valores, que ainda é o projeto que Nietzsche pensa ser necessário para combater o niilismo. Mas o ideal que ele postula é menos distante e mais humano.





2 comentários em “Nietzsche: Como ser um Super Homem (Übermensch)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.