Harry Harlow, macacos rhesus e isolamento social

Harry Harlow (1905-1981) é conhecido pelas suas experiências sobre separação materna e isolamento social de macacos rhesus. Seu trabalho enfatizou a importância da prestação de cuidados e companheirismo como vital para o desenvolvimento social e cognitivo normal.

Harry Harlow, macacos rhesus e isolamento social

Em seu experimento “mãe de aluguel”, Harlow demonstrou a importância do contato com conforto. Bebês macacos rhesus foram separados de suas mães e dados à duas mães de aluguel – uma feita de arame, e outra feita de pelúcia. Ele descobriu que os bebês macacos preferiam se apegar ao substituto de pelúcia, mesmo quando o alimento foi fornecido pelo substituto de arame.

Em seus experimentos de isolamento social, ele novamente separou macacos rhesus bebês de suas mães e os submeteu ao isolamento total ou parcial de duração variável . Ele descobriu que aqueles que experimentaram isolamento parcial apresentaram comportamentos anormais, como olhar fixamente para o nada, andar em círculos, e auto-mutilação. Aqueles que experimentaram isolamento total exibiram distúrbios psicológicos graves, e experimentavam choque emocional ao ser liberados do isolamento.

Ele também descobriu que as tentativas posteriores para socializar macacos que foram isolados foram apenas parcialmente bem sucedidas. O trabalho de Harlow revelou a importância do conforto de contato e interação social para o desenvolvimento saudável, e influenciou práticas de educação infantil, sobretudo em orfanatos e outras instituições que prestam assistência a crianças .



DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Um comentário em “Harry Harlow, macacos rhesus e isolamento social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.