A maneira mais estranha de aliviar estresse instantaneamente

Dificuldades em lidar com o estresse estão ligadas à problemas de saúde mental.

Cheirar a roupa do seu parceiro ajuda a reduzir os níveis de estresse, segundo uma nova pesquisa.

Leia também:

As mulheres que cheiravam camisetas do seu parceiro sentiam-se mais calmas depois. Em comparação, aquelas que cheiravam camisetas de um estranho experimentaram aumentos no hormônio do estresse, o cortisol.

As mulheres podem ser particularmente suscetíveis ao efeito já que seu olfato é mais forte do que dos homens.

Marlise Hofer, a principal autora do estudo, disse:

“Muitas pessoas usam a camisa de seu parceiro ou dormem no lado da cama do seu parceiro quando ele está longe, mas podem não perceber por que elas se envolvem em tais comportamentos.

Nossos resultados sugerem que o cheiro de um parceiro sozinho, mesmo sem a sua presença física, pode ser uma ferramenta poderosa para ajudar a reduzir o estresse “.

96 pares de sexo oposto foram incluídos no estudo. As mulheres foram submetidas a um teste de entrevista e matemática simulada para estressá-las. Depois, elas cheiravam camisetas que eram ou não usadas, do seu parceiro, ou de um estranho.

Testes de saliva mostraram que o cortisol era menor quando as mulheres cheiravam camisetas do seu parceiro. O efeito de redução de estresse foi ainda mais forte se as mulheres reconheciam com sucesso a camiseta como pertencente ao seu parceiro.

Hofer disse:

“Desde a tenra idade, os seres humanos temem estranhos, especialmente os machos estranhos, por isso é possível que um perfume masculino estranho desencadeie a resposta de ‘luta ou fuga’, que leva ao cortisol elevado. Isso pode acontecer sem que estejamos plenamente conscientes disso.”

Dr. Frances Chen, coautor do estudo, disse:

“Com a globalização, as pessoas estão cada vez mais viajando para o trabalho e se mudando para novas cidades.

Nossa pesquisa sugere que “algo tão simples como pegar um artigo de roupa que foi usado por seu amado pode ajudar a ter níveis mais baixos de estresse quando você está longe de casa.


O estudo foi publicado na revista Journal of Personality and Social Psychology  ( Hofer et al., 2018 )

Via Psyblog.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.