Como a gratidão muda você e seu cérebro

Dois estudos científicos da Greater Good Magazine mostram que a neurociência explica o poder da gratidão no nosso corpo e seus efeitos são relativamente duradouros.

Wong e Brown descrevem o funcionamento cerebral no processo de escrever cartas de gratidão, sugerindo que isto melhora a saúde mental, e nos habituais estudos ‘preliminares’ de fMRI.

” … quando comparamos aqueles que escreveram as cartas de gratidão com aqueles que não o fizeram, os que escreveram cartas de gratidão mostraram maior ativação do córtex pré-frontal medial quando eles experienciaram gratidão no scanner fMRI. É impressionante como esse efeito foi encontrado três meses após o início da escrita da carta. Isso indica que simplesmente expressar gratidão pode ter efeitos duradouros sobre o cérebro.”

E, Fox discute seu trabalho :

“… nossos dados sugerem que pelo fato de a gratidão depender das redes do cérebro associadas com a ligação social e alívio do estresse, isso pode explicar em parte como os sentimentos de gratidão levam a benefícios de saúde ao longo do tempo. Sentir-se grato e reconhecer a ajuda dos outros cria um estado corporal mais relaxado e permite que os benefícios posteriores do estresse abaixado lave-nos.”

Leia também:


Via Deric’s Mindblog





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.