Acting Out / Atuação / Passagem ao Ato | Psicanálise, Freud e Lacan

Tradução de Acting Out

O termo “acting out” é usado na Standard Edition para traduzir a palavra alemã agieren usada por Freud.

O que é Acting Out? Definição

Segundo o Dicionário de Psicanálise de Elisabeth Roudinesco e Michel Plon:

“acting out
al. Agieren; esp. pasar al acto; fr. passage à l’acte; ing. acting out

Noção criada pelos psicanalistas de língua inglesa e depois retomada tal e qual em francês, para traduzir o que Sigmund Freud denomina de colocação em prática ou em ato, segundo o verbo alemão agieren. O termo remete à técnica psicanalítica* e designa a maneira como um sujeito passa inconscientemente ao ato, fora ou dentro do tratamento psicanalítico, ao mesmo tempo para evitar a verbalização da lembrança recalcada e para se furtar à transferência*. No Brasil também se usa “atuação”. ”

Repetição

No trabalho de Freud, ‘repetir’ e lembrar’‘ são ‘formas contrastantes de trazer o passado para o presente.’ [1] Se eventos passados são reprimidas da memória, eles retornam no presente por se expressar em ações; quando o sujeito não se lembra do passado, portanto, ele está condenado a repeti-lo, por meio do acting out ou passagem ao ato.

“O paciente não recorda coisa alguma do que esqueceu e reprimiu, mas expressa-o pela atuação ou atua-o (acts it out). Ele o reproduz não como lembrança, mas como ação; repete-o, sem, naturalmente, saber que o está repetindo” [2]

Por outro lado, o tratamento psicanalítico visa quebrar o ciclo de repetição, ajudando o paciente a lembrar .

Lembrança

A partir de uma perspectiva lacaniana, esta definição básica de “acting out” é verdadeira, mas incompleta; ele ignora a dimensão do Outro. Assim, enquanto Lacan sustenta que acting out resulta de uma incapacidade de recordar o passado, ele enfatiza a dimensão intersubjetiva da lembrança. Em outras palavras, lembrança não se limita a envolver recordar algo na consciência, mas também comunicar isso para um outro por meio de discurso. Assim acting out resulta quando recolhimento é feito impossível pela recusa do Outro para ouvir.

Comunicação

Quando o outro se tornou “surdo”, o sujeito não pode transmitir uma mensagem para ele em palavras, e é forçado a expressar a mensagem em ações. O acting out é assim uma mensagem cifrada que os sujeitos endereçam para o Outro, embora o sujeito em si mesmo não é nem consciente do conteúdo desta mensagem, nem mesmo ciente de que suas ações expressam uma mensagem. É o Outro a quem é confiado decifrar a mensagem; no entanto, é impossível para ele fazê-lo.


Referências:
  1. Laplanche, Jean and Pontalis, Jean-Betrand. The Language of Psycho-Analysis. Trans. Donald Nicholson-Smith. London: Hogarth Press and the Institute of Psycho-Analysis. 1967. p.4
  2. Freud, Sigmund. “Remembering, Repeating, and Working-Through.” 1914. SE 12: 150
  3. ROUDINESCO, ELIZABETH & PLON, MICHEL – Dicionário de Psicanálise, RJ, Jorge Zahar Editor, 1998


DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.