Sistema de Fichas / Economia de Fichas | Psicologia Comportamental

O Sistema de Fichas, também conhecido como Sistema de Economia de Fichas, é uma técnica muito útil na Análise Aplicada do Comportamento e é utilizado para motivar a emissão de comportamentos desejáveis, ausentes no repertório do sujeito ou presentes em baixa frequência. Fichas, símbolos ou pontos são usados como reforços contingentes, ou seja, o reforço só será liberado quando o indivíduo emitir o comportamento desejável e, posteriormente, essas fichas serão trocadas por reforços mais efetivos.

Segundo Bandeira (1996) as vantagens do Sistema de Fichas são:

  • servir de ligação entre um comportamento que ocorra em um momento e um reforço liberado depois,
  • motivar a emissão de comportamentos adequados para serem trocados depois por reforços mais efetivos e
  • pode ser trocado mais tarde por reforços não materiais que seriam impossíveis de serem aplicados de imediato.

Análise aplicada do comportamento: utilizando a economia de fichas para melhorar desempenho

É importante ressaltar que dois programas de pesquisa desenvolvidos na década de 1960 foram de extrema importância para o desenvolvimento da Análise Aplicada do Comportamento (AAC) em sua versão mais prática. Um dos programas foi desenvolvido por Ayllon e Azrin que fizeram o uso do Sistema de Economia de Fichas (token economy) em doentes institucionalizados, no qual o sistema serviu como um fator motivador nas terapias e reabilitação. O outro programa foi a criação de um núcleo de pesquisa aplicada em Análise do Comportamento na Universidade de Washington, desenvolvido por Bijou, Wolf e Bear. A partir disso surgiu, em 1968, o Journal of Applied Behavior Analysis (JABA) dedicado exclusivamente na publicação de artigos sobre a Analise Aplicada do Comportamento.

Em sua primeira edição foi publicado um artigo de grande importância na qual foi definida o conceito de Analise Aplicada do Comportamento. Segundo Baer, Wolf e Risley (1968):

A AAC é o processo pelo qual se aplicam os princípios do comportamento em um ambiente social e se avalia se foi o procedimento utilizado que produziu as mudanças observadas. Seu objetivo é buscar variáveis que efetivamente melhorem comportamentos-alvo, ou seja, aqueles socialmente relevantes para a sociedade em que o trabalho está sendo executado. (Baer, Wolf e Risley,1968)

Exemplos de utilização do Sistema de Fichas

O Sistema de Fichas pode ser implantado em apenas um indivíduo ou também em um grupo, pode ser utilizado em penitenciárias, escolas, hospitais, entre outros. Deve-se destacar que a aplicação do Sistema de Fichas não é restrita a determinados sujeitos, ela pode ser utilizada em qualquer pessoa. Inicialmente, imaginava-se que esse sistema apenas deveria ser aplicado em pessoas com algum tipo de transtorno ou retardo mental, porém, atualmente, as fichas não são utilizadas apenas em instituições de tratamento, elas são utilizadas para modificação de comportamento de qualquer pessoa, seja ela saudável ou não. É importante frisar também o sucesso da utilização desse sistema em crianças que apresentam Autismo. Além disso, é possível utilizar com sucesso a técnica da economia de fichas no transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.

Pode-se ressaltar que o Sistema de Fichas pode proporcionar ao indivíduo uma melhora das relações com seus familiares, amigos e consigo mesmo. A partir do momento que a melhora do seu comportamento é vista pelas pessoas que estão ao seu redor, o sujeito receberá reforços sociais que acabam incentivando-o ainda mais a manter o comportamento desejável, podendo contribuir também para uma maior autoestima do indivíduo.

A partir disso podemos citar as seis funções do Sistema de Fichas definidas por Bandeira (1996):

  1. efeito de incentivo,
  2. amplificação do comportamento desejável e retroação,
  3. coerência nas atitudes educativas do adulto,
  4. positivação das relações,
  5. multiplicação e homogeneidade das atitudes positivas e
  6. relações de trocas equitativas.

Para que o Sistema de Economia de Fichas seja implantado com sucesso são necessárias algumas etapas. Segundo Bandeira (1996), são necessárias 10 etapas para o procedimento de intervenção com o Sistema de Fichas. São elas:

  1. Anamnese,
  2. definição dos objetivos,
  3. definição do comportamento-alvo,
  4. escolha das fichas,
  5. identificação dos reforçadores,
  6. definição dos critérios de troca entre fichas e reforçadores,
  7. generalização dos efeitos produzidos pelos reforçadores extrínsecos aos reforçadores intrínsecos,
  8. avaliação dos resultados,
  9. Engenharia comportamental (mudanças ambientais para emissão do comportamento)
  10. término do programa.

Portanto, podemos concluir que o Sistema de Fichas é uma técnica muito útil, podendo ser aplicada em qualquer pessoa, por conseguinte, ela se torna um procedimento muito eficaz de ser utilizada em vários ambientes, incluindo a casa do sujeito, escola, hospitais, presídios, e outras instituições. Destaca-se também que essa técnica é muito útil para modelar novos comportamentos no sujeito, para aumentar a frequência de comportamentos desejáveis e diminuir a frequência dos comportamentos indesejáveis presentes no repertorio do sujeito.


Por Carollina Guilhermino


Referências
Ayllon, T., & Azrin, N. H. (1965). The measurement and reinforcement of behavior of psychotics. Journal of the Experimental Analysis of Behavior, 8, 357-383.


Baer, D., Wolf, M. & Risley, T. (1968). Some current dimensions of applied behavior analysis. Journal of Applied Behavior Analysis, 1, 91-97.

Bandeira, M. (1996). Aplicação do Condicionamento Operante ao Estudo do Comportamento Humano: Delineamentos individuais de pesquisa experimental.


Rimm, D. C., & Masters, J. C. (1974). Terapia de la conducta: técnicas y hallazgos empíricos. México: Trillos

Coelho, Carlos Serra Magalhães, Palha, António José Pacheco, & Martín, José Ignácio Guinaldo. (2007). Um programa de economia de fichas aplicado a doentes psiquiátricos crónicos com deterioração cognitiva. Psicologia USP, 18(4), 103-111. https://dx.doi.org/10.1590/S0103-65642007000400007




DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.