Freud ignora os fatores sociais e históricos na formação do indivíduo?

“Uma crítica à Freud às vezes ainda ouvida na esquerda política é que seu pensamento é individualista – que ele substitui por causas e explicações psicológicas “privadas” as sociais e históricas. Esta acusação reflete um equívoco radical da teoria freudiana.

Há de fato um problema real sobre como os fatores sociais e históricos estão relacionados com o inconsciente; Mas um ponto da obra de Freud é que ele torna possível para nós pensar no desenvolvimento do indivíduo humano em termos sociais e históricas.

O que Freud produz, na verdade, não é nada menos do que uma teoria materialista da fabricação do sujeito humano. Chegamos a ser o que somos por uma inter-relação dos corpos – pelas transações complexas que ocorrem durante a infância entre os nossos corpos e aqueles que nos rodeiam. Este não é um reducionismo biológico: É claro que Freud não acredita que não somos nada mais que nossos corpos, ou que nossas mentes são meros reflexos deles.Também não é um modelo associal de vida, uma vez que os organismos que nos rodeiam, e as nossas relações com eles, são sempre socialmente específicos. ”

– Terry Eagleton, Literary Theory: An Introduction


Via Freud Quotes





DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.