Como Parar de Roer Unhas – 8 Dicas da Psicologia

Saiba como parar de roer as unhas – hábito de até 50% dos adultos

mulher não para de roer unhas
“Fico ansiosa porque não consigo parar de roer as unhas e por isso não consigo parar de roer as unhas!”

O mau hábito de roer as unhas é muito mais comum do que você imagina.

Alguns estudos descobriram que cerca de 1/4 das crianças roem as unhas habitualmente ( Ghanizadeh & Shekoohi de 2011 ), outros dizem que isso pode atingir o pico de quase 45% na adolescência ( Peterson et al., 1994 ).

Mais surpreendentemente, a prevalência entre os adultos pode ser tão alta, com algumas estimativas chegando a 50% ( Hansen et al., 1990 ). É muito comum se assustar com esses números, já que parece que roer unhas é um hábito que as pessoas escondem bem dos outros.

Aqui está um guia de como parar de roer unhas em 8 passos, baseados nas pesquisas psicológicas disponíveis:

1. Parece óbvio, mas você tem que querer isso

Pode parecer redundante dizer, mas a mudança tem que ser realmente desejada. E para um comportamento tão simples, roer as unhas é surpreendentemente difícil de parar, talvez em parte porque ele não parece um grande problema. Isto é especialmente um problema se você está tentando mudar o comportamento de outra pessoa.

Um método para aumentar a motivação é pensar cuidadosamente sobre os aspectos positivos da mudança do hábito, por exemplo, ter unhas bonitas e um sentimento de realização.

Além disso, verifique se os aspectos negativos de roer as unhas são tão dramáticos quanto possível em sua mente. Se você tende a pensar que não é grande coisa, então é improvável que você faça a mudança.

2. Não suprimir

Não importa se é você ou seu filho que você está tentando mudar o comportamento de roer unhas, a supressão não funciona. Punir crianças por este “mau hábito” é uma má jogada. Elas saberão que é uma maneira de atrair a atenção e elas vão usá-la.

O mesmo é verdadeiro quando se muda o seu próprio hábito. Tentar dizer a seu inconsciente para parar de fazer algo, é como tentar dizer a uma criança. Ele reage infantilmente, fazendo o completo oposto. Aqui está a explicação técnica para isso supressão de pensamento é contra-produtivo.

3. Substituir hábito ruim por um bom (ou pelo menos neutro)

Uma das chaves para a mudança de hábito é o desenvolvimento de uma resposta nova, boa (ou pelo menos neutra) que pode competir com o velho e mau hábito. Os melhores tipos são aquelas que são incompatíveis com o seu velho hábito.

Assim, para roer as unhas, você pode tentar:

  • goma de mascar,
  • colocar as mãos em seus bolsos,
  • girar seus polegares,
  • brincar com uma bola ou um elástico,
  • apertando as mãos juntas,
  • comer uma cenoura

4. Utilize lembretes visuais

Se você mantem suas unhas cortadas curtas, então há menos tentação de mordê-las. Algumas pessoas recomendam ter uma manicure, porque o dinheiro gasto, juntamente com o quão melhor suas unhas parecem, vai impedir você de roê-las.

Você também pode pintar as unhas de uma cor brilhante como um lembrete, embora a maioria dos homens pareceachar essa alternativa complicada de aplicar.

Outro método é usar algo em torno de seu pulso, como uma pulseira ou elástico, para lembrá-lo de seu objetivo. Lembre-se que hábitos vivem no inconsciente para que você morda suas unhas automaticamente. Pistas visuais são uma forma de lembrá-lo da mudança que você quer fazer.

As pesquisas tem demonstrado que uma pulseira que é difícil de remover pode ser útil ( Koritzy & Yechiam de 2011 ).

5. Observe as situações

Hábitos são fortemente ligados com as situações.

Infelizmente, pode ser difícil de detectar hábitos porque eles são realizados de forma inconsciente. No entanto, você pode perceber determinados momentos durante o dia quando o hábito ocorre, como ao assistir à TV.

Uma ideia interessante para perceber quando você estiver roendo unhas é pedir aqueles ao seu redor paratedizerem quando você estiver praticando o seu mau hábito.

Pintar suas unhas com um esmalte ou outro produto com gosto ruim pode ajudar a te tirar do piloto automático e alertá-lo para situações em que o hábito seja executado. Mas isso provavelmente não vai funcionar por si só. Algumas pessoas até dizem que começam a gostar, ou pelo menos tolerar, o gosto. Isso pode ser um novo problema.

6. Observe pensamentos e sentimentos associados

Assim como situações, nossos pensamentos e sentimentos podem conduzir o nosso comportamento. Se você pode identificar os tipos de coisas que você está pensando ou sentindo quando você está roendo suas unhas, então isso pode ajudar. Algumas pessoas gostam de usar mindfulness como uma forma de aumentar a autoconsciência.

Quando você nota os pensamentos vindo (por exemplo, ansiedade) você pode preparar sua resposta alternativa (por exemplo, pegar um elástico no seu bolso).

7. Repita a resposta competitiva

O seu novo hábito de substituição vai se construir com a repetição, mas primeiro ele terá que competir com o seu velho hábito. Tente evitar se deixar levar pelos deslizes, quando eles estão prestes a acontecer. É um processo gradual.

8. Mantenha o bom trabalho

Manter a nova resposta pode ser difícil. Um método para fazer o seu progresso mais evidente para si mesmo é tirar fotos de suas unhas no seu telefone celular todos os dias ( Craig, 2010 ). Quando você ver o quão longe você foi (ou quão pouco progresso foi alcançado), isso deve te ajudar a prosseguir e continuar sem roer as unhas.

Lembre-se que os velhos hábitos não morrem; eles se encontram na espera inconsciente para ser reativados. Lembre-se que boa parte da batalha com os maus hábitos é sobre autoconsciência.

E sobre as questões psicológicas mais profundas?

As pessoas muitas vezes perguntam se roer as unhas é um sintoma de um problema mais profundo. Talvez, se o problema mais profundo for resolvido, é possível parar de roer as unhas automaticamente?

As opiniões estão divididas sobre se isso é verdade. Contra-intuitivamente, não há nenhuma evidência forte de que roer as unhas está relacionado com a ansiedade. Pior ainda, muitas vezes é muito difícil, se não impossível, sondar o inconsciente para achar as razões para os nossos comportamentos.

A maioria, porém, concorda que qualquer que seja a causa, o hábito aprendido precisa ser modificado. Então comece a seguir esses passos do guia de como parar de roer as unhas e veja como eles funcionam. Se não está funcionando, tente fazer pequenos ajustes, como a utilização de um hábito de substituição diferente, e, em seguida, tente um outro movimento.


Sobre o autor:

O psicólogo Jeremy Dean é o autor de Making Habits, Breaking Habits e fundador e autor do popular site PsyBlog (psyblog.co.uk).

Tradução e adaptação do artigo original no Psychology Today.





DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.