Sua ansiedade ao falar em público pode ser agravada por quem você olha

Nós já sabemos a partir de pesquisas anteriores que as pessoas com ansiedade social parecem ter um viés para sinais sociais negativos. Por exemplo, elas são mais propensas a notar uma careta de desaprovação do que um sorriso, o que, naturalmente, apenas alimenta sua ansiedade.

falar-em-publico-pessoas

Mas um monte de pesquisas tem sido irrealistas, envolvendo fotos estáticas de rostos e a tarefa de olhar para pontos na tela do computador. Um novo estudo chinês ampliou o realismo, pedindo a dezenas de participantes – alguns com nível baixo em ansiedade social, alguns com nível alto – para dar um discurso de improviso de 3 minutos sobre o Skype para um público aparentemente ao vivo mostrado na tela. Na verdade o público era composto de atores que tinham sido gravados anteriormente e cujas expressões faciais e movimentos corporais foram deliberadamente positivos (sorrisos e acenos), negativos (carrancas e bocejos) ou neutros.

Escrevendo na Cognition and Emotion, Muyu Lin e seus colegas descrevem como eles rastrearam os movimentos dos olhos dos seus participantes quando eles pronunciaram seus discursos, gravaram sua ansiedade física através de transpiração e da frequência cardíaca, e como pediram a eles também para avaliar a ansiedade que sentiam.

  • Os participantes com alta ansiedade social passaram mais tempo olhando para os membros negativos da audiência e menos tempo para os membros positivos da audiência , do que os participantes com baixa ansiedade.
  • Além disso, os participantes com baixa ansiedade mostraram uma tendência para gastar mais tempo olhando para os membros positivos da audiência do que as outras pessoas na platéia, enquanto que nos participantes de ansiedade social alta faltava esse viés positivo.
  • Os participantes com alta ansiedade social relataram mais ansiedade, como seria de esperar, e isso foi mostrado nas medidas fisiológicas, em especial a frequência cardíaca.

Os pesquisadores disseram que seu estudo é a primeira investigação sobre “padrões de alocação de atenção em indivíduos com altos e baixos níveis de ansiedade social, no âmbito da vida real análoga a ameaça social”. Eles acrescentaram que, se as pessoas ansiosas passam mais tempo olhando para rostos entediados ou desagradáveis na platéia, isso só vai alimentar o seu medo. Por outro lado, as pessoas menos ansiosas parecem ter um viés saudável em direção às aparências felizes dos ouvintes envolvidos, e isso pode ser algo que as pessoas ansiosas podem aprender através da prática ou de formação.

Artigo – Alocação de Atenção na ansiedade social durante um discurso

_________________________________

Por Christian Jarrett ( @psych_writer ) para o BPS Research Digest .




DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.