As principais contribuições de Skinner para Psicologia e Sociedade

BF Skinner
BF Skinner e seu pombo

As maiores contribuições de BF Skinner para a Psicologia e sociedade foram suas explorações e pesquisas em behaviorismo e um romance em 1948 com base em seu trabalho chamado de “Walden Two”, que mostrava uma sociedade utópica. Ele também escreveu uma série de livros sobre o behaviorismo na sociedade incluindo “Para Além da Liberdade e da Dignidade”, em 1971.

Burrhus Frederic Skinner nasceu na Pensilvânia em 1904. Obteve seu doutorado em psicologia pela Universidade de Harvard. Enquanto na universidade, ele desenvolveu a Caixa de Skinner, e estudou como ratos se comportavam. Enquanto seu trabalho na Universidade de Harvard mostrou semelhanças com a obra de Ivan Pavlov, sua pesquisa estudou como ambientes criavam respostas aprendidas, ao invés de uma resposta a um estímulo.

Skinner foi encarregado do treinamento de pombos durante a Segunda Guerra Mundial para escoltar bombardeios; no entanto, quando o experimento foi cancelado, ele treinou os animais para jogar ping-pong. Depois de ganhar um cargo de professor na Universidade de Harvard, criou uma máquina que testou como as crianças aprendem.

Ele também desenvolveu uma teoria sobre reforço em comportamentos. Esta teoria resumiu que comportamentos reforçados iriam continuar, enquanto comportamentos que não eram reforçados desapareceriam.

Alguns dos trabalhos de Skinner foram amplamente criticados, incluindo as teorias que postulavam que os seres humanos não têm livre arbítrio. Ele escreveu o livro “Sobre o Behaviorismo” em 1974 para esclarecer quaisquer equívocos sobre o seu trabalho.

Skinner morreu de leucemia em 1990.




DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.