Jejum como método terapêutico para esclerose múltipla

Uma dieta que imita jejum pode ser eficaz no tratamento de esclerose múltipla. Esta foi a principal conclusão de um estudo publicado na Cell Reports, onde foi mostrado que ciclos periódicos de jejum diminuem desmielinização e outros sintomas de esclerose múltipla em um modelo experimental de encefalomielite auto-imune.

A dieta que imita jejum (FMD, fastingmimicking diet) foi capaz de reduzir gravidade da esclerose múltipla em todos os animais testados, e reverter completamente os sintomas em 20% dos animais, indicando que esta abordagem dietética pode ter grande potencial terapêutico.

esclerose múltipla


Referências:

Choi, I., Piccio, L., Childress, P., Bollman, B., Ghosh, A., Brandhorst, S., Suarez, J., Michalsen, A., Cross, A., Morgan, T., Wei, M., Paul, F., Bock, M., & Longo, V. (2016). A Diet Mimicking Fasting Promotes Regeneration and Reduces Autoimmunity and Multiple Sclerosis Symptoms Cell Reports, 15 (10), 2136-2146 DOI: 10.1016/j.celrep.2016.05.009



DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.