Exemplos práticos do Behaviorismo (condicionamento)

Behaviorismo é uma escola de psicologia que estuda o comportamento que pode ser observado ou medido.

Laranja Mecanica e Behaviorismo

Exemplos do Behaviorismo

Estudiosos no campo do behaviorismo dizem que a psicologia deve incidir sobre os comportamentos reais de pessoas, em vez de os comportamentos que não podem ser observados, tais como pensamentos, humores e emoções. Dois dos principais escritores e desenvolvedores do behaviorismo foram os psicólogos John B. Watson e BF Skinner .

Exemplos práticos do Behaviorismo (condicionamento operante)

Reforço positivo

  • As empresas oferecem aumentos aos empregados que apresentam excelentes desempenhos. A esperança de uma promoção pode servir como motivação para os funcionários fazerem o seu trabalho bem.

Reforço negativo

  •  Sara tem o hábito de acelerar demais no caminho do trabalho. Certa manhã, ela é parada por um policial e recebe uma multa de R$ 275. Depois disso, ela nunca acelera tanto de novo; a consequência negativa ao seu comportamento de excesso de velocidade faz com que ela passe a obedecer o limite de velocidade, uma vez que ela nunca quer receber outra multa por excesso de velocidade.

Estes exemplos de reforço positivo e reforço negativo são exemplos do behaviorismo para explicar como os comportamentos podem ser moldados de acordo com os estímulos.

Leia também:

 





Um comentário em “Exemplos práticos do Behaviorismo (condicionamento)

  • 21/03/2017 em 16:35
    Permalink

    Na verdade, a consequência relacionada ao contexto :
    “Sara tem o hábito de acelerar demais no caminho do trabalho. Certa manhã, ela é parada por um policial e recebe uma multa de R$ 275. Depois disso, ela nunca acelera tanto de novo; a consequência negativa ao seu comportamento de excesso de velocidade faz com que ela passe a obedecer o limite de velocidade, uma vez que ela nunca quer receber outra multa por excesso de velocidade”, é uma PUNIÇÃO, ao invés de um reforço positivo. O último, pode ser exemplificado numa situação em que algo aversivo, incômodo é retirado como consequência a um comportamento esperado. Em outras palavras, pode-se dizer que o reforço negativo, assim como o positivo, é dado após o comportamento desejado ser realizado, afinal ter algo de ruim suprimido é capaz de aumentar a probabilidade de repetição do comportamento do mesmo modo que com o incremento de algo agradável. Portanto, no exemplo, Sara recebeu uma punição em consequência a um comportamento indesejado (excesso de velocidade) visando inibir tal ação.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.