Neuroticismo pode prever ansiedade e depressão

Ansiedade e depressão podem ser previstas pelo neuroticismo – um tipo de personalidade assim como introversão e extroversão

neuroticismo ansiedade depressao

Neuroticismo foi encontrado pela primeira vez podendo prever o desenvolvimento de ansiedade e depressão em jovens. Neuroticismo é caracterizado por pensamentos negativos em uma variedade de áreas. Ele inclui altos níveis de mau humor e preocupante.

Professor Richard Zinbarg, o principal autor do estudo, disse: “Tem sido meu sonho profissional ser capaz de impedir o desenvolvimento de transtornos de ansiedade e depressão em pessoas que de outra forma teriam os experimentado. Temos muito bons tratamentos quando as pessoas já começaram a sofrer com eles, mas nós fazemos muito menos na prevenção. ”

Há cinco fatores de personalidade: extroversão, afabilidade, consciência, abertura à experiência e neuroticismo. A maioria dos cientistas agora concordam que é neuroticismo que tem o link mais próximo de quase todas as formas de doença mental.

Professor Zinbarg disse: “Alguns, inclusive eu, acreditam que o neuroticismo é um pouco específico. Os teóricos neste campo acreditam que o neuroticismo torna as pessoas mais suscetíveis às emoções negativas – ansiedade, depressão, irritabilidade, raiva “.

Para o estudo, a 547 alunos do ensino médio foi dado um teste de neuroticismo. Ser capaz de identificar as pessoas em risco, é um passo importante, disse o professor Zinbarg: “Podemos identificar as crianças que devem ser orientadas – que é a primeira implicação.”

A próxima etapa é trabalhar em intervenções que podem reduzir o risco: “Deve ser possível reduzir em simultâneo, através de uma única intervenção, o risco de ansiedade, bem como a depressão, e ajudar as pessoas a lidar muito melhor.”

O cientista viu, porém, que o neuroticismo não foi fortemente ligado a distúrbios de excesso como abuso de drogas ou jogos de azar: “Os resultados do estudo sugerem fortemente que o neuroticismo é mais sensível à ameaça do que reatividade emocional em larga escala.”

O estudo será publicado na revista Clinical Psychological Science (Zinbarg et al., 2016).

Personality image do Shutterstock.
Fonte: PsyBlog


DEIXA O LIKE AÍ COMO REFORÇO POSITIVO PRA GENTE :D CURTE E COMPARTILHA E VAMOS LEVAR A PSICOLOGIA AOS CONFINS DO UNIVERSO! \o/\o/\o/\o/\o/


🔴 COMENTA AÍ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.